Exército abate duas mulheres suicidas na Nigéria
Destaques - África
Escrito por Agências  
Quinta, 11 Janeiro 2018 09:00
Share/Save/Bookmark

O Exército nigeriano anunciou ter abatido, terça-feira, duas mulheres suicidas com a detenção de uma terceira, quando tentavam entrar na cidade de Gamboru, no Estado de Borno, no nordeste do país.

Num comunicado divulgado, quarta-feira, o Exército nigeriano adverte os habitantes desta região do nordeste abalada pelo terrorismo da Boko Haram a não esconder terroristas em fuga.

Segundo o porta-voz do Exército nigeriano, general de Brigada Sani Kakasheka Usman, os terroristas escondem-se em poços secos e outros esconderijos nalgumas comunidades situadas nas suas rotas, partindo da floresta Sambisa, para fugir aos bombardeamentos das tropas aéreas e terrestres.

Advertiu que os habitantes que oferecem esconderijos aos terroristas serão tratados de cúmplices.

"Ninguém deve proteger estes terroristas sedentos de sangue. As pessoas sem escrúpulos e antipatriotas, que vivem particularmente nos Estados do nordeste, como Addamawa, Borno e Yobe, que oferecem santuários ou ajuda aos criminosos serão considerados como cúmplices e vão receber o mesmo tratamento que um terrorista", avisou.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom