23 mortos e 17 feridos em represálias na Nigéria
Destaques - África
Escrito por Agências  
Quarta, 24 Outubro 2018 08:05
Share/Save/Bookmark

Vinte e três pessoas morreram e 17 outras ficaram feridas no recrudescimento da violência desde domingo em Kaduna, no noroeste da Nigéria, anunciou a Agência de Gestão das Situações de Emergência (SEMA, sigla em inglês).

O secretário executivo da SEMA, Ben Kure, declarou depois de uma ronda de avaliação das zonas afetadas que nenhuma sociedade pode avançar sem a paz, que "é um elemento essencial para o desenvolvimento e uma coexistência harmoniosa".

O secretário executivo transmitiu a sua simpatia aos feridos, e apresentou as suas condolências às famílias enlutadas.

Segundo ele, o Governo estadual está determinado a garantir a segurança para todos e assegurar um ambiente favorável para que todos vivam em paz.

Kure agradeceu ao governador do Estado, Malam Nasir el Ryfai, pelo seu apoio à agência.

Depois de uma digressão pela metrópole de Kaduna, o chefe da SEMA visitou também a localidade de Kasuwan Magani, onde 55 pessoas morreram quinta-feira, para entregar material de socorros às famílias afetadas. Kure pediu à população do Estado para que escolha a paz e evite a violência.

O governador Malam Nasir El Rufai declarou Estado de emergência na cidade de Kaduna e seus arredores depois da morte das 55 pessoas, em Kasuwan Magani.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom