Edilidade quer acabar com prática de urinar na via pública em Nampula
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Redação Centro/ Norte  
Quinta, 18 Setembro 2014 13:25
Share/Save/Bookmark

Numa operação designada “Cidade limpa e sem doenças”, o Conselho Municipal da Cidade de Nampula, através do seu departamento de Higiene, Salubridade e Gestão Funerária, está a levar a cabo um trabalho com vista a interditar a prática de urinar na via pública. A acção consiste na colocação de sinais que proíbe a deposição de lixo e a prática de necessidades biológicas nos locais com maiores focos de defecação a céu aberto.

Na cidade de Nampula, os muros de vedação e plantas que se localizam em locais de maior concentração populacional constituem o principal de deposição de excrementos humanos, devido à falta de sanitários públicos na urbe.

O Conselho Municipal diz ter esboçado um projecto, tendente ao alargamento da rede de infra-estruturas no ramo de saúde e que contempla a construção de um número considerável de sanitários públicos naquela autarquia, nos próximos tempos.

Para Miguel Jorge Arineque, morador do bairro de Muhala e vendedor do Mercado Central, a iniciativa poderá contribuir na promoção do saneamento naquela cidade, actualmente, com mais de 500 mil habitantes. Ancho Miguel, vendedeira, considera salutar a ideia de proibição do fenómeno de deposição de urina e resíduos sólidos em locais impróprios e apela as autoridades municipais para a tomada de medidas aos seus praticantes.

Entretanto, enquanto este projecto não se materializa, indivíduos, aparentemente sem postura urbanística, vão poluindo a cidade, com fezes e urina, num autêntico atentado à saúde pública.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 18 Setembro 2014 14:21
 
Avaliação: / 1
FracoBom