Governo pretende banir prática desregrada de extracção de areia em Nampula
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Redação Nampula  
Sexta, 12 Dezembro 2014 15:19
Share/Save/Bookmark

Uma equipa multissectorial, composta por técnicos do Conselho Municipal da Cidade de Nampula e das Direcções Provinciais para Coordenação da Acção Ambiental, Recursos Minerais e Energia, está a estudar mecanismos tendentes a disciplinar a prática desregrada de extracção de areia para a construção civil na cidade de Nampula.

Segundo Victor Lopes, técnico da Direcção Provincial para Coordenação da Acção Ambiental, a acção está a ser desenvolvida no quadro do combate ao persistente problema de erosão dos solos na chamada capital do norte. Para o efeito e de acordo com o nosso entrevistado, iniciou-se um trabalho conjunto nos locais de maior extracção daquele produto, com vista a identificar o número real dos operadores.

O governo de Nampula pretende banir, de uma vez por todas, a proliferação de vendedores informais de areia, uma prática tida como a principal causa dos problemas ambientais em várias centros urbanos em Moçambique.

O sector da Acção Ambiental, a nível daquela província, está reunido em mais sessão de capacitação dos técnicos distritais de Planeamento e Infra-estruturas e na qual se fará o balanco sobre as principais actividades realizadas ao longo dos último cinco anos.

Trata-se do II Conselho Coordenador do sector que se realiza sob o lema” Nampula” 20 anos por um ambiente são, equilibrado e sustentável que junta, durante dois dias, quadros da área ambiental e parceiros de cooperação.

Em Nampula, importa referir que os problemas ambientais estão relacionados com a erosão dos solos, queimadas descontroladas, desflorestamento massivo, fecalismo a céu aberto, entre outros.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sábado, 13 Dezembro 2014 17:10
 
Avaliação: / 0
FracoBom