Prevenção evita mortes por Depressão Tropical em Moçambique que deixou mais de 20 mil desalojados
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 18 Janeiro 2018 08:00
Share/Save/Bookmark

Foto cedida pelo INGCO trabalho de prevenção que tem sido realizado pelo Centro Nacional Operativo de Emergência (CENOE) evitou a perda de vidas nos primeiros dias de impacto da Depressão Tropical que fustiga o Centro e Norte de Moçambique. No entanto mais de 20 mil pessoas ficaram desalojadas na província de Nampula e outras milhares estão em risco nas inundadas as bacias do Licungo(na Zambézia), Meluli(Nampula), Messalo(Cabo Delgado) e Megaruma(Cabo Delgado).

 

 

Foto cedida pelo INGCA Depressão Tropical que desde a passada segunda-feira(15) está a originar chuvas intensas e ventos fortes no Norte de Moçambique, e em parte da província da Zambézia, destruiu 4.170 casas, na sua maioria de material precário, deixando ao relento 20.494 pessoas nos distritos de Ilha de Moçambique, Monapo, Mossuril e Meconta.

Além disso o Instituto Nacional de Calamidades Naturais(INGC) registou danos em 32 embarcações de pesca artesanal, a queda de 38 postes de transporte de energia eléctrica, dois centros de saúde que ficaram sem tectos e 45 salas de aulas que ficaram danificadas, revelou nesta quarta-feira(17) e jornalistas em Maputo o porta-voz da instituição, Paulo Tomás, que no entanto referiu não ter existido nenhum óbito resultante da Depressão Tropical, até ao momento.

A fonte revelou ainda que o fornecimento de água potável aos munícipes de Nacala está condicionada devido a problemas, que não soube precisar quais, na estação de tratamento de água do município portuário.

O INGC, que está a operar com défice orçamental, do bilião de meticais orçamentado o Governo de Filipe Nyusi apenas alocou pouco mais de 160 milhões de meticais, além de intervenção proactiva, que terá sido decisiva para evitar mortes, está já a prestar assistência de emergência aos afectados.

Transitabilidade condicionada em três troços

Foto cedida pelo INGCParalelamente a Direcção Nacional dos Recursos Hídricos(DNRH) registou, nas últimas 24 horas, inundações nas bacia do Licungo, em Gurué, e de Meluli, em Meluli, atingiram e superaram o nível de alerta em 1.00 e 0.15 metros, respectivamente, na manhã desta quarta-feira(17). A estação de Namaíta na bacia do Meluli também atingiu o nível de alerta.

As bacias do Messalo, em Nairoto, e Megaruma, em Megaruma, continuaram acima do nível de alerta condicionando a transitabilidade entre os postos administrativos de Mirate e Nairoto no distrito de Montepuez, e entre os distritos de Chiúre-Mecúfi.

De acordo com a DNRH, na bacia do Sanhute, onde está situada a barragem de Nacala que ultrapassou o nível pleno de armazenamento, mantêm-se o condicionamento da transitabilidade entre a localidade de Namige e o distrito de Mossuril, afectando as comunidades de Muerete, Mouzinho, Mpaco, Monuco e Sanhute.

Chuva vai continuar a cair intensamente em Nampula, Cabo Delgado, Niassa e Zambézia

Foto cedida pelo INGCEntretanto o Instituto Nacional de Meteorologia prevê para as próximas horas a continuação de ocorrência de chuvas muito fortes, (mais do que 75 milímetros em 24 horas) e acompanhadas temporariamente de trovoadas severas e ventos com rajadas até 60 quilómetros por hora, em quase todos os distritos das províncias de Nampula e Cabo Delgado.

O mau tempo irá ser também sentido nos com maior incidência para os distritos de Gurué, Alto Molócué, Gilê, Namarrói, Lugela, Milange, Pebane e Ile(na província da Zambézia); e ainda nos distritos de Mecanhelas, Cuamba, Metarica, Maúa, Mecula, Marrupa, Nipepe, Majune, Ngauma e Mandinba(na província de Niassa).

Os meteorologistas moçambicanos preveem a deslocação progressiva do sistema de baixas pressões para o interior das províncias de Nampula e Niassa, e alertam que continuará a influenciar o estado do tempo, caracterizado por chuvas generalizadas sobre a região Norte do País, até sexta-feira(19).

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 29 Janeiro 2018 08:40
 
Avaliação: / 1
FracoBom