Terramoto no Centro de Moçambique danificou pelo menos 427 habitações
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Redação  
Segunda, 24 Dezembro 2018 06:49
Share/Save/Bookmark

foto do  Instituto Nacional de Minas O terramoto de magnitude 5,5 na escala de Ritcher registado na manhã do passado sábado(22) no Centro de Moçambique, com epicentro na Província de Manica, causou dez feridos ligeiros e danificou pelo menos 427 casas de habitação.

Registado pelo Instituto Nacional de Minas às 07h:37min:37s,  a 20 quilómetros norte da localidade de Chiurairue, no distrito de Mossurize, na Província da Manica, a uma profundidade de 7,5 quilómetros o abalo sísmico foi também sentido nos distritos de Barue, Gôndola, Guru, Machaze, Manica, Macossa, Macate, Sussundenga, Tambara e Vanduzi(na Província de Manica); nos distritos de Inhassoro, Funhalouro, Guvuro, Mabote, Massinga e Vilankulo(na província de Inhambane); nos distritos de Chicualacuala, Chigubo, Mabalane e Massangena(na Província de Gaza); e ainda nos distritos de Buzi, Caia, Chibabava, Cheringoma, Dondo, Gorongosa, Muanza, Maringue, Machanga, Marromeu e Nhamatanda(na Provóincia de Sofala). Existem relatos do tremor ter sido sentido em alguns regiões do Zimbabwe.

Um balanço preliminar das autoridades locais indica que pelo menos 427 casas foram afectadas, das quais 108 destruídas totalmente, 100 com fissuras graves e 219 com fissuras ligeiras. Há registo de dez feridos ligeiros.

Moçambique é propenso a ocorrência de fenómenos naturais de origem geológica pois localiza-se na margem Este da placa Nubiana e no extremo Sul do Sistema do Rift Este Africano.

O geólogo Vladimir João Manhiça revelou ao @Verdade que em “quase todo o país há actividade sísmica, inclusive na zona de Maputo(onde são de magnitude baixa, 2 graus), mas na zona Centro a intensidade é maior”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 03 Janeiro 2019 21:36
 
Avaliação: / 1
FracoBom