“Chuvas abaixo do normal” até Fevereiro de 2020 no Sul e Centro de Moçambique
Vida e Lazer - Ambiente
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 12 Dezembro 2019 23:45
Share/Save/Bookmark

Embora a chuva que tem caído já esteja a causar alguns estragos nas cidades de Maputo, Matola e Beira o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) prevê que até Fevereiro de 2020 as regiões Sul e Centro de Moçambique vão registar “chuvas abaixo do normal”. “A atmosfera mostra características de termos pouca chuva e irregularmente distribuída em grande parte desta época chuvosa”, explicou ao @Verdade o meteorologista Isaías Raiva.

O primeiro balanço da Época Chuvosa indica que os dois primeiros meses, Outubro e Novembro, foram caracterizados “por condições mais secas que a média, em particular no Sul e Centro do país” o que é confirmado por “temperaturas de solo elevadas e cobertura vegetal reduzida”.

“Nas províncias do norte, chuvas abundantes desde meados de Novembro tem levado a uma melhoria da situação, e as condições propícias para o inicio das actividades agrícolas. Todavia, no sul e centro de Moçambique, défices hídricos tem persistido resultando em atrasos no inicio das sementeiras e desenvolvimento vegetativo das culturas”, indica um documento produzido pelo INAM.

Apesar das inundações urbanas que se tem registados desde a semana passada na cidades de Maputo, Matola e Beira este primeiro balanço refere que: “na grande parte do Centro e extremo Sul do país verificam-se atrasos na ocorrência de chuvas agrícolas durante 10-20 dias, Manica e Sofala e de até 30 dias em Maputo e nas zonas litoral de Gaza. Em quase toda extensão da província de Inhambane, norte da província de Gaza e sul da província de Manica as chuvas agrícolas ainda não iniciaram”.

O Instituto Nacional de Meteorologia prevê para os períodos de Dezembro 2019-Fevereiro 2020 “uma probabilidade de ocorrência de chuvas abaixo do normal para este período, em particular para as zonas Sul e Centro do país” e por isso recomenda “que se considerem acções mitigadoras dos impactos previsíveis de uma época chuvosa potencialmente com significativos défices hídricos no Sul e Centro do país”.

Antes da época chuvosa iniciar o Ministério da Agricultura perspectivou “uma campanha agrícola boa sobretudo nas regiões Centro e Norte”, no entanto no Sul de Moçambique onde o Índice de Satisfação Hídrica esperado era “baixo à médio” e recomendou “monitoria permanente e desenho de plano de intervenção para a 2ª época agrícola”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 30 Dezembro 2019 20:19
 
Avaliação: / 1
FracoBom