Futebol: Teodoro Waty é o quarto candidato à presidência da Federação Moçambicana de Futebol
Destaques - Desporto
Escrito por Duarte Sitoe  
Sexta, 17 Julho 2015 08:57
Share/Save/Bookmark

O deputado da bancada da Frelimo na Assembleia da República, Teodoro Waty, apresentou, na quinta-feira (16), a candidatura à presidência da Federação Moçambicana de Futebol para os próximos quatro anos. O político que decidiu aventurar-se no desporto declarou que caso seja eleito a formação será a prioridade do seu mandato.

Depois de Manuel Chang, Alexandre Rosa e Alberto Simango Júnior, Teodoro Waty apresentou oficialmente a sua pretensão de dirigir a instituição que gere o futebol em Moçambique.

Caso seja eleito, o jurista apontou a aposta na formação como a principal prioridade do seu mandato. “Apenas com milhares de jovens talentosos construiremos a alegria no futebol e teremos um desporto rei como sonhamos. No próximo quadriénio, 2015-2019, a Federação Moçambicana de Futebol tudo fará para que os objectivos traçados sejam concretizados”, disse o candidato para depois declarar que não pretende fazer grandes alterações “Esta é uma candidatura que se apresenta sem mudanças na missão, na visão e nos valores que defendemos. Acreditamos que estes três aspectos devem ser inalteráveis. Queremos levar a alegria no futebol”.

Além da formação, Teodoro Waty anotou ainda a construção e a reabilitação das infraestruturas desportivas como prioridade.

“Queremos abraçar acções no que toca a organização, da sustentabilidade financeira, construção de infra-estruturas, dos recursos humanos, actividade normativa, construção de infra – estruturas, das competições internas, das selecções nacionais, da sustentabilidade financeira, dos recursos humanos e o fortalecimento da das relações com o sector da arbitragem que é imprescindível para o desenvolvimento do futebol”.

Importa referir as eleições que vão definir o sucessor de Faizal Sidat na presidência da Federação Moçambicana estão agendadas para o próximo dia 13 de Agosto, data da realização da Assembleia Geral, do ano em curso. A reunião magna tem em vista, para além da eleição do novo presidente da Federação Moçambicana de Futebol, a apresentação e aprovação dos relatórios de actividades e contas de 2014.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom