Moçambola: Duelo entre os aflitos abre a disputa da 16ª jornada
Destaques - Desporto
Escrito por Duarte Sitoe  
Sexta, 24 Julho 2015 07:48
Share/Save/Bookmark

O Desportivo de Maputo recebe, no sábado (25), o Clube de Chibuto, em partida que vai abrir a disputa da 16ª jornada do Campeonato Nacional de Moçambola. As duas formações são obrigadas a conquistar os três pontos para não perderem o comboio da luta pela manutenção. Na disputa da liderança o Maxaquene tem uma difícil viagem à Beira, onde vai defrontar o Ferroviário local, enquanto o Costa do Sol recebe no seu relvado o último classificado, o Ferroviário de Quelimane.

No apelidado duelo dos aflitos, o conjunto comandado por Dário Monteiro necessita de vencer para manter intactas as aspirações da manutenção na alta roda do futebol moçambicano, por sinal o mesmo cenário para o seu rival desta ronda que, actualmente, se encontra na modesta 12ª posição. O Desportivo de Maputo não vence desde a 12ª jornada, enquanto o Clube de Chibuto empatou sem abertura de contagem nas últimas duas rondas, ante o 1º de Maio de Quelimane e o HCB de Songo.

O confronto entre os alvinegros e os “guerreiros de Gaza, será arbitrado por Luís Jumisse que terá com auxiliares Zacarias Baloi e Pedro Madala, enquanto Paiva Dias desempenhará a função de quarto árbitro.

O Maxaquene, que ainda não provou o sabor da vitória nesta segunda volta do Moçambola, viaja até a cidade da Beira onde vai medir forças com o, irreconhecível, Ferroviário local. Os tricolores, que vão cumprir mais um jogo sem Chiquinho Conde no banco de suplentes e Zabula e Simplex dentro das quatro linhas, estão cientes de que têm de conquistar os três pontos para não serem ultrapassados pelo Costa do Sol que, nesta ronda, recebe no seu reduto o quase despromovido Ferroviário de Quelimane.

A formação de Nelson Santos está motivada, uma vez que somou triunfos nas duas primeiras partidas da segunda metade do Moçambola, e, jogando diante da sua massa associativa, vai querer prosseguir a sua saga vitoriosa.

Por seu turno, a Liga Desportiva, que mais uma vez não terá Litos Carvalha no banco técnico, defronta o HCB no Songo que está a dois pontos da zona de despromoção. Nesta partida, apenas a vitória interessa aos dois conjuntos, visto que os bicampeões nacionais não querem perder de vista o duo da frente, enquanto a equipa de Artur Semedo quer fugir dos lugares que dão acesso aos campeonatos provinciais.

No Estádio da Machava, o Ferroviário de Maputo recebe o seu homónimo de Nacala que, diga-se em abono da verdade, já garantiu a manutenção na principal prova do calendário futebolístico nacional. Os locomotivas de Maputo, que ainda não atiraram a toalha ao chão no que toca à conquista do título, vão lutar pelos três pontos para se aproximarem dos lugares do pódio.

Eis as partidas da 16ª jornada:

Sábado (25), Estádio Nacional do Zimpeto – Desportivo de Maputo X Chibuto FC

Domingo (26), Estádio da Machava – Ferroviário de Maputo X Ferroviário de Nacala

Domingo (26), Estádio Municipal de Nampula – Ferroviário de Nampula X 1º de Maio de Quelimane

Domingo (26), Campo do Costa do Sol – Costa do Sol X Ferroviário de Quelimane

Domingo (26), Caldeirão do Chiveve – Ferroviário da Beira X Maxaquene

Domingo (26), Campo da Bela Vista – Desportivo de Nacala X ENH FC

Domingo (26), Campo do HCB de Songo – HCB de Songo X Liga Desportiva de Maputo

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sábado, 25 Julho 2015 20:42
 
Avaliação: / 1
FracoBom