Moçambola: Lineker volta a decidir pelo Costa do Sol que reassume liderança isolada graças à derrota do Maxaquene
Destaques - Desporto
Escrito por Duarte Sitoe  
Segunda, 10 Agosto 2015 08:07
Share/Save/Bookmark

O Costa do Sol, graças a um golo solitário de Lineker, recebeu e venceu neste domingo (09) o Ferroviário de Nacala, em partida da 18ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol e beneficiou da derrota do Maxaquene, na sua deslocação ao reduto do 1º de Maio de Quelimane, para assumir a liderança isolada do Moçambola. Na luta pela manutenção, o Desportivo de Maputo e o Chibuto FC venceram as suas partidas e disputam o último lugar entre as três equipas que vão descer de divisão.

À entrada desta ronda, os canarinhos e tricolores estavam colados na liderança com os mesmos 31 pontos; porém, com vantagem para o emblema orientado por Chiquinho Conde no confronto directo, uma vez que venceu os dois confrontos com a formação de Nelson Santos na primeira assim na segunda volta.

A jogar no seu relvado sintético, o Costa do Sol controlou o jogo mas teve dificuldades, nos minutos iniciais, de criar jogadas de golo na baliza de um Ferroviário de Nacala que veio jogar para não perder e procurou surpreender em contra-ataque. A primeira jogada de perigo só aconteceu à passagem do minuto 25: depois de um passe milimétrico de João Mazive, Lineker rematou cruzado mas bola passou a escassos centímetros da baliza de Jonas.

A resposta dos locomotivas de Nacala foi fraca. Após bom trabalho de Megas pelo flanco direito, Elias, sem marcação, não teve arte nem engenho para violar as redes canarinhas. Nova jogada de perigo só no minuto 41, novamente através do zambiano Lineker, que, do meio da rua, chutou forte e colocado para uma grande defesa de Jonas.

Golo zambiano vale liderança isolada

Depois do descanso, o Ferroviário de Nacala voltou com outro ânimo, e um maior controlo da bola, obrigando os jogadores canarinhos a correrem atrás do esférico. As jogadas, sem grande perigo, sucediam-se num e noutro meio-campo. À passagem do minuto 66, Elias, do meio da rua, desferiu um portentoso remate, mas o esférico passou ao lado da baliza de Soarito.

A equipa de Sérgio Faife Matsolo ganhava no duelo na zona intermediária, Manuelito e Mfiki não conseguiam travar as investidas de Abu e companhia, mas foi contra a corrente da partida que os anfitriões chegaram ao golo. Parkim subiu pelo flanco direito, cruzou para a grande área onde Bheu, na tentativa de afastar a bola, colocou-a ao alcance de Lineker, que rematou sem hipóteses de defesa para Jonas.

A derrota não interessava aos locomotivas da cidade portuária do norte que subiram no terreno à procura do empate. Arnaldo, perto da quina da área, cruzou para Binó que cabeceou com selo de golo mas viu a bola a ser devolvida pela barra transversal e com Soarito, diga-se, completamente batido.

Os canarinhos circulavam a bola na tentativa de gerir a magra vantagem mas tinham dificuldades em parar os ferroviários de Nacala que, antes do final, podiam ter empatado quando, na sequência de um centro de Abu, Dário Khan cortou mal a jogada e colocou a bola nos pés de Bino que, sem marcação, rematou mas o esférico ao lado do poste direito da baliza de Soarito.

Depois veio o apito final e a informação de que em Quelimane o Maxaquene havia perdido com o 1º de Maio local por 2 a 1. Festa do Costa do Sol que volta a liderar isolado.

Na perseguição à dupla da frente continuam os bicampeões que, graças a um golo de Telinho, derrotaram o Desportivo de Nacala na cidade portuária do norte, agora treinado por Antero Cambaco.

Litos Carvalha beneficiou da derrota do Ferroviário de Maputo, que perdeu o clássico contra o seu homónimo da Beira, por 1 a 0. O golo da equipa de Wedson Nyerenda foi apontado por Maninho à passagem do minuto 63.

Aflitos vencem mas ainda continuam desesperados

Nesta jornada, em que todas as partidas se realizaram no domingo, o Desportivo de Maputo recebeu e bateu o vice-campeão nacional, Ferroviário de Nampula, por 2 a 1. Sidique inaugurou o marcador, aos 26 minutos, mas os locomotivas empataram à passagem do minuto 42. Na segunda parte Lalá garantiu os três pontos para a formação de Dário Monteiro.

Em Gaza, o Chibuto FC recebeu e derrotou o ENH FC por 3 a 1. Johane, Cédric e Chawa apontaram os golos dos guerreiros de Gaza, enquanto Eurico fez o tento de honra dos representantes da província de Inhambane.

No Songo, o HCB recebeu e goleou o quase despromovido Ferroviário de Quelimane. O internacional moçambicano Jerry foi o protagonista ao marcar dois dos três golos da vitória da equipa comandada por Artur Semedo.

Eis os resultados dos jogos da 18ª jornada:

Costa do Sol 1 – 0 Ferroviário de Nacala

Desportivo de Nacala 0 – 1 Liga Desportiva de Maputo

HCB do Songo 3 – 0 Ferroviário Quelimane

1º Maio de Quelimane 2 – 1 Maxaquene

Ferroviário da Beira 1- 0 Ferroviário de Maputo

Chibuto FC 3 – 1 ENH FC

Desportivo de Maputo 2 – 1 Ferroviário de Nampula

A classificação está assim reordenada:

CLUBESJVEDBMBSP
Costa do Sol1894419934
Maxaquene18945151031
Liga Desportiva de Maputo1885520929
Ferroviário de Maputo18765231427
Ferroviário da Beira18857171527
Ferroviário de Nacala18747121025
ENH FC 18666141924
1º de Maio de Quelimane18594131424
HCB do Songo18666131124
10ºFerroviário de Nampula18657121523
11ºChibuto FC18567161321
12ºGrupo Desportivo Maputo18567111521
13ºDesportivo de Nacala1846892018
14ºFerroviário de Quelimane18261062412

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 10 Agosto 2015 08:28
 
Avaliação: / 0
FracoBom