Futsal: Petromoc firme na liderança e Liga Desportiva isola-se na segunda posição
Destaques - Desporto
Escrito por Duarte Sitoe  
Quarta, 19 Agosto 2015 08:58
Share/Save/Bookmark

A formação da Petromoc continua com a sua saga vitoriosa na principal prova de futsal da Cidade de Maputo. A contar para a sétima jornada, o conjunto de Naymo Abdul derrotou a Auto-Avenida pela marca de 4 a 1 e consolidou a liderança. No dérbi da ronda, a Liga Desportiva superou o Grupo Desportivo Iquebal por 3 a 2.

Com claras intenções de somar o segundo título no que diz respeito ao Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo depois de ter superado a concorrência, Liga Desportiva e Iquebal, no ano transacto, a Petromoc soma e segue na presente edição da fina-flor do futsal da capital moçambicana.

Nesta ronda, os pupilos de Naymo Abdul voltaram a não deixar os créditos em mãos alheias e venceram a Auto-Avenida pelo esclarecedor resultado de 4 a 1.

Por sua vez, a UDM impôs uma goleada a moda antiga, 8 a 1, ao lanterna vermelha SOS que ainda não sabe o que é vencer neste certame. Miúdos faltam com o respeito aos graúdos.

No confronto mais esperado da jornada sete, a Liga Desportiva mediu forças com o seu eterno rival Grupo Desportivo Iquebal. Foi um confronto entre a juventude e a experiência, ou seja, se por um lado, estava uma equipa jovem e renovadíssima da Liga Desportiva, por outro, encontrava-se um conjunto com jogadores com créditos firmados.

Assim que o árbitro deu ordem para que iniciasse o confronto, os forasteiros pegaram nas rédeas de jogo e obrigaram o seu adversário a baixar as suas linhas com intuito de usar as jogadas de contra-ataque.

Os anfitriões conseguiram equilibrar e foram os primeiros a criar perigo. Na sequência de um livre à entrada da grande área a castigar uma carga de Ramadan sobre Kabilá, Mário rematou forte para uma intervenção monstruosa do guarda-redes iquebalense.

Não marcou a Liga, mas a Petromoc conseguiu introduzir o esférico na baliza da Liga Desportiva. Dino, com um passe teleguiado, colocou a bola nos pés de Magul que aproveitou a apatia da defensiva contrária para fazer funcionar o marcador.

O golo não abalou os pupilos de Farukito que se lançaram para o ataque a busca do tento do empate. No oitavo minuto da primeira parte, depois de uma excelente combinação com Mário, Adil desferiu um portentoso remate, mas viu a bola a ser devolvida pela trave.

Volvidos três minutos, Jacinto descaiu pela direita e cruzou para a grande área, porém, Lucke, sem marcação, falhou escandalosamente.

Os anfitriões restabeleceriam a igualdade à passagem do minuto 14. Adil aproveitou um passe soberbo de Massango para rematar sem hipóteses de defesas para o guardião da equipa de Junaid Ibraim.

Galvanizados pelo empate, os comandados de Farukito deram a volta ao marcador dois minutos depois do empate. Kabila, depois de passar por dois contrários no flanco esquerdo, cruzou, com cota, peso e medida, para Mário que remate sem hipóteses de defesa para Edson Monjane.

Com o resultado de 2 a 1 a maior para a Liga Desportiva, as duas equipas saíram para o intervalo.

Inconformismo não salvou a pele do Iquebal

No reatamento, diferentemente do sucedido na etapa inicial, a Liga Desportiva entrou na mó de cima e volvidos dois minutos, Mário com apenas o guarda-redes da formação adversária não conseguiu acertar com as redes.

Era o aviso porque no quarto minuto, ou seja, aos 24 minutos, os anfitriões chegariam ao terceiro golo. Na sequência de uma joga de contra-ataque, Kabila passou de forma categórica por dois contrários e rematou para o 3 a 1.

Em vantagem, Farukito mandou a sua formação a circular a bola de pé para pé com intuito de enervar o seu oponente.

Inconformados com o resultado, os jogadores do Grupo Desportivo Iquebal correram atrás do prejuízo, todavia, encontravam no guarda-redes rival uma autêntica muralha que fechava por completo os caminhos para as suas redes.

Nesta fase, o jogo foi muito emotivo, visto que a formação que atacava era arriscadamente correspondida.

À passagem do minuto 35, o experiente Dino aproveitou uma desatenção na defensiva da Liga Desportiva para reduzir para 3 a 2.

Os anfitriões continuavam a circular a bola, mas o Iquebal exercia uma forte pressão sobre o portador do esférico e quando faltavam dois minutos para término da partida, na cobrança de um livre Dino obrigou o guarda-redes da Liga Desportiva a aplicar-se para evitar o empate.

Quando faltavam 35 segundos para o final do tempo regulamentar, Mário com a bola escancarada fez o mais difícil, uma vez que não teve pontaria para acertar com os três ferros. A partida terminou com o resultado de 3 a 2 a favor da equipa de Farukito porque o inconformismo não salvou a pele do Iquebal.

Ainda na jornada sete, o Estrela Vermelha bateu o conjunto da ADDEC por quatro bolas a duas. Volvidas sete jornadas, a Petromoc lidera o Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo com um total de 17 pontos contra os 15 da Liga Desportiva na segunda posição, enquanto o Grupo Desportivo Iquebal encontra-se no terceiro lugar com 13 pontos.

Eis os resultados da 7ª jornada:

Liga Desportiva 3-2 Grupo Desportivo Iquebal

Petromoc 4-1 Auto-Avenida

ADDEC 1-4 Estrela Vermelha

UDM 8-1 SOS

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 19 Agosto 2015 09:28
 
Avaliação: / 0
FracoBom