Ferroviário da Beira queda-se no 6º lugar da “Champions” de basquetebol
Destaques - Desporto
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 21 Dezembro 2017 08:06
Share/Save/Bookmark

Foto da FIBAOs nossos campeões nacionais de basquetebol seniores masculinos quedaram-se num inédito 6º lugar na Taça dos Campeões Africanos após perderem nesta quarta-feira(20) diante dos ugandeses do City Oilers por 70 a 82 pontos. Os marroquinos da Association Sportive Sale conquistaram a prova que decorreu na Tunísia.

O Ferroviário da Beira entrou apático assistindo os ugandeses a construírem uma vantagem folgada logo no 1º período, chegaram aos 2 a 13 pontos antes de Ismael Nurmamad tentar manter os seus colegas no jogo.

O 2º período começou com uma desvantagem de 14 para os moçambicanos que entretanto acordaram, reduziram o placar e Ismael, com uma “bomba” fez mesmo a reviravolta no marcador. Nas jogadas seguintes a liderança alternou para uma e depois outra equipa até Ivan Cossa acertar um triplo e dar uma vantagem de 4 pontos para os “locomotivas”. Mas o City Oilers empatou e Stanley Ocitti, com um triplo fez nova cambalhota no placar garantindo vantagem de 1 pontos ao intervalo.

Endiabrado Ismael Nurmamad abriu as hostilidades no 3º período com uma bomba que deu nova vantagem ao Ferroviário, mas Robinson Opong respondeu com outro triplo e reassumiu a liderança para os ugandenses. Helton Ubisse voltou a colocar os “locomotivas” na frente mas Robinson Opong estava intratável e com mais uma bomba colocou o City Oilers novamente com vantagem. Ismael Nurmamad voltou a encestar mais 3 pontos, o base beirense marcou 23 pontos na sua conta pessoal e a fazer outra reviravolta mas de pouca dura pois Stephen Omony responder com outro triplo. Daí para frente os ugandenses aceleraram e os “locomotivas” não conseguiram voltar a igualar perdendo o parcial por 55 a 64 pontos.

Elves Houana deu o ar da sua graça no início do 4º período e com a ajuda do ucraniano Makysm Ivshyn reduziram para 3 pontos a desvantagem. A equipa do City Oilers reagiu e voltou a alargar a vantagem até a vitória final.

Entretanto o mais importante torneio de clubes do nosso continente foi conquistado pela Association Sportive Sale, equipa de Marrocos que eliminou o Ferroviário nos quartos-de-final, que na final venceu a equipa da casa do Etoile Sportive Rades.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom