Mundial 2018: Rússia derrota Espanha nos penaltis e vai aos quartos de final
Destaques - Desporto
Escrito por Agências  
Segunda, 02 Julho 2018 08:56
Share/Save/Bookmark

A anfitriã Rússia derrotou a Espanha por 4 a 3 nos penaltis graças a duas defesas do guarda-redes Igor Akinfeev neste domingo, avançando para os quartos de final do Campeonato do Mundo de futebol.

O guarda-redes de 32 anos defendeu as cobranças de Koke e Iago Aspas após ambas selecções marcarem dois golos cada, no que foi a primeira disputa de penaltis da Rússia num Mundial e levou a equipa aos quartas após um empate em 1 a 1 durante os 120 minutos.

A Espanha, que nunca derrotou um anfitrião em Campeonatos do Mundo ou Europeus, conseguiu abrir o placar aos 12 minutos, quando Sergei Ignashevich, de 38 anos, se enrolou com Ramos perto da trave, fazendo com que a bola batesse no seu calcanhar para marcar o 10º autogolo no torneio.

A campeã do mundo de 2010 controlou o jogo com passes precisos, mas não conseguiu aumentar, uma vez que os russos defendiam com disciplina.

A Rússia parecia, no entanto, estar sem força no ataque, com uma tentativa de Aleksanr Golovin sendo a única boa oportunidade, até um toque de mão de Gerard Piqué dar à selecção russa uma oportunidade de igualar de penalti.

O atacante Artem Dzyuba marcou o penalti aos 41 minutos do primeiro tempo, o seu terceiro golo na competição, mandando o guarda-redes espanhol David de Gea para o lado errado e despertando a multidão.

Faltou velocidade e ritmo no jogo mesmo após o intervalo, com os russos jogando sem um atacante tradicional após a substituição de Dzyuba. Apesar dos 75 por cento de posse de bola e mais de mil passes, o famoso tiki-taka espanhol raramente levou a equipa até a área e a equipe teve que esperar até os 40 do segundo tempo para testar Akinfeev, com um chute rasteiro de Andrés Iniesta, que começou a partida no banco.

Já sem fôlego e com diversos jogadores com caimbras, a Rússia foi reduzida a defesas desesperadas no prolongamento, conforme a Espanha comandava a partida.

Akinfeev fez outra defesa para afastar uma tentativa de Rodrigo após boa arrancada no segundo tempo do prolongamento, antes de seu tornar um herói nacional ao salvar duas cobranças de penaltis e levar a selecção anfitriã às quartas de final.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom