Mundial 2018: cabeceamento de Umtiti coloca França na final
Destaques - Desporto
Escrito por Agências  
Quarta, 11 Julho 2018 08:33
Share/Save/Bookmark

A França derrotou a Bélgica por 1 a 0 nesta terça-feira e garantiu vaga na final do Campeonato do Mundo de futebol, graças a um golo dodefesa Samuel Umtiti, de cabeça, aos 6 minutos do segundo tempo.

Numa semifinal emocionante e altamente táctica, Umtiti subiu alto na primeira trave para cabecear um pontapé de canto cobrado por Antoine Griezmann, superando o guarda-redes Thibaut Courtois. Foi o suficiente para levar a França à final na busca pelo seu segundo troféu após o título em casa em 1998.

A Bélgica, que disputou a sua segunda semifinal de um Mundial depois de jogar em 1986, pressionou e chegou perto de marcar num cabeceamento de Marouane Fellaini aos 20 do segundo tempo e em uma série de outras chances. Mas eles não conseguiram chegar ao empate, apesar de terem marcado 14 vezes em seus cinco jogos anteriores no Mundial, incluindo dois golos no duelo dos quartos de final contra o Brasil.

Depois de abrir o placar, a França mostrou o seu lado defensivo para anular a ameaça dos belgas Eden Hazard e Kevin de Bruyne, assegurando uma vitória que a levou à sua segunda grande final consecutiva, após a derrota para Portugal no Europeu de 2016. Havia expectativa de que os franceses precisassem aumentar o seu nível de qualidade para passar pelos belgas e eles fizeram exactamente isso.

Mas o factor preocupante para qualquer que seja o adversário da final é que a França ainda tem o que mostrar. Deschamps, treinador da Euro 2016 e capitão da selecção campeã mundial de 1998, sugeriu isso.

“Mostramos carácter e a mentalidade certa, foi muito difícil para nós hoje. Trabalhamos duro defensivamente. Tivemos de tirar um pouco mais de vantagem nos contra-ataques, mas parabéns aos meus jogadores e à minha comissão. Sinto-me muito orgulhoso do meu grupo”, disse Deschamps.

O técnico da seleção belga, Roberto Martínez, ficou frustrado por sua equipe ter tomado um gol de bola parada, um resultado familiar neste torneio. “Infelizmente para nós a diferença foi uma situação de bola parada. O jogo estava muito próximo, muito equilibrado e seria decidido por um pouco de sorte na frente da baliza”, afirmou ele.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom