Moçambique perde com a Guiné-Conacry e hipoteca sonho de voltar ao Mundial de futsal
Destaques - Desporto
Escrito por Redação  
Sábado, 01 Fevereiro 2020 10:17
Share/Save/Bookmark

O sonho de Moçambique voltar a disputar um Mundial de futsal, que este ano vai ser disputado na Lituânia, ficou hipotecado nesta sexta-feira (31) após a segunda derrota da nossa selecção no Campeonato Africano das Nações (CAN), desta vez para a estreante Guiné-Conacry.

Quando entraram para a quadra os pupilos de Naymo Abdul sabiam que só a vitória interessava, após terem perdio para Angola na estreia do CAN de futsal, porém foi a debutante selecção guineense a abrir o placar por Keita na transformação de uma grande penalidade.

Jose da Silva Uetimane (Magu) empatou, marcou o seu quarto golo na prova que decorre no Marrocos, após uma bela combinação com Ziraldo Joca António (Zira), resultado que permaneceu até ao intervalo.

Goleada pelo Egipto na jornada inaugural a Guiné-Conacry voltou ao ataque no início da 2ª parte, de livre directo Fofana deu nova vantagem e Keita aumentou para 3-1.

Naymo Abdul retirou o guarda-redes, colocou Mauro Cossa como jogador de campo e guarda-redes e apostou no tudo ou nada, deu nada. Os guineenses aproveitaram o balanceamento atacante de Moçambique para marcou mais dois golos. Magu reduziu para 5-2 mas a Guiné-Conacry ripostou com mais dois antes de Oseias fazer o 7-3 final.

A segunda derrota consecutiva deixou a nossa selecção sem chances de apurar-se para as meias-finais enquanto os guineenses repartem o 2º lugar com Angola que perdeu para o Egipto, 0-3.

Moçambique vai terminar a sua participação no CAN defrontando, no domingo (02), os farós que lideram o Grupo B e têm lugar garantido nas meias-finais.

Apuram-se para o Mundial da Lituânia os primeiros três classificados deste Campeonato Africano das Naçõesde futsal.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sábado, 01 Fevereiro 2020 11:15
 
Avaliação: / 0
FracoBom