Escrito por Redação  
Sábado, 14 Junho 2014 19:20
Share/Save/Bookmark

Pelo menos três feridos é o balanço preliminar de dois ataques de homens armados, alegadamente do partido Renamo, a duas colunas de viaturas civis que transitavam na Estrada Nacional nº1 (EN1), entre a região de Save e de Muxúnguè, no centro de Moçambique, neste sábado (14).

O primeiro ataque, que aconteceu a meio da manhã, na região do rio Muari, no distrito de Machanga, na província de Sofala, teve como alvo a primeira coluna de viaturas civis, com escolta militar, que partiu do Posto Administrativo de Muxúnguè em direcção ao Sul do país. Há indicação não oficial de uma civil ferida sem gravidade.

Ainda neste sábado, uma outra coluna de mais de duas centenas de viaturas civis, protegida por militares das Forças de Defesa e Segurança, que circulava a partir do rio Save em direcção ao centro de Moçambique, foi atacada a cerca de 20 quilómetros do Posto Administrativo de Muxúnguè por homens armados, que se acredita serem guerrilheiros do partido de Afonso Dhlakama.

De acordo com algumas testemunhas contactadas telefonicamente pela nossa reportagem, no segundo ataque, que aconteceu cerca das 16 horas, várias viaturas civis foram alvos dos disparos vindos das matas que ladeiam a EN1, a única estrada que conecta o Norte ao Centro e o Sul de Moçambique.

Dois civis que estavam num autocarro de transporte de passageiros ficaram feridos.

Nos ataques deste sábado, segundo as testemunhas contactadas, notou-se uma mudança do modus operandis dos homens armados ao que tudo indica da Renamo que tem afirmado que os seus ataques não visam alvos civis mas apenas os soldados das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique.

"Houve um intenso combate (...) foram alvejados pelo menos três carros civis: uma viatura ligeira, uma camioneta e um autocarro de passageiros (...) as viaturas estavam distantes dos militares e não entendo porque fomos alvejados" relatou uma testemunha que viajava no autocarro alvejado.

A fonte acrescentou que o cobrador ficou ferido assim como o motorista da camioneta.

 

 

CONFIRA OS INCIDENTES QUE TEMOS REGISTADOS DESDE O REINÍCIO DA GUERRA EM MOÇAMBIQUE

Moçambique - Retorno à guerra?

Ver Mapa do conflito no Google Maps

Subscrever Newsletter diária A Verdade todos os dias
Seu email:

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom