Escrito por Redação  
Terça, 17 Junho 2014 15:39
Share/Save/Bookmark

Pelo menos seis membros das Forças de Defesa e Segurança de Moçambique (FDS) morreram e outros contraíram ferimentos graves e ligeiros, em consequência de um confronto armado entre as Forças Governamentais e guerrilheiros alegadamente da Renamo, na manhã desta terça-feira (17), no povoado de Murothoni, no distrito de Mocuba, na província da Zambézia, onde instalou-se novamente um clima de terror, com a população a abandonar as suas casas.

Segundo relatos dos residentes do povoado, que dista cerca de 50 quilómetros do município de Mocuba, as FDS preparavam-se para atacar uma antiga base do partido do de Afonso Dhlakama quando foram surpreendidas pelos guerrilheiros da perdiz. Na sequência dos confrontos uma viatura que transportava alguns agentes das Forças Governamentais foi incendiada pelos referidos homens armados da Renamo.

Uma fonte do Hospital Rural de Mocuba confirmou ao correspondente a existência de seis soldados que perderam a vida e mais de uma dezenas tinham sido admitidos com ferimentos de balas.

Militares presentes naquela Unidade sanitária intimidaram o jornalista do @Verdade que recolhia estes dados e chegaram mesmo a violentar uma jovem, cuja identidade não foi possível apurar, em virtude de ter sido surpreendia a registar imagens dos feridos e cadáveres que davam entrada no Hospital.

Recorde-se que nesta mesma região, Murothani, registaram-se confrontos opondo elementos das Forças Armadas e da Força de Intervenção Rápida, a cerca de três dezenas de homens armados da Renamo, que acampavam numa antiga base militar do principal partido de oposição. Na altura, em Maio último, pelo menos um militar morreu e outro foi ferido por balas.

 

CONFIRA OS INCIDENTES QUE TEMOS REGISTADOS DESDE O REINÍCIO DA GUERRA EM MOÇAMBIQUE

Moçambique - Retorno à guerra?

Ver Mapa do conflito no Google Maps

Subscrever Newsletter diária A Verdade todos os dias
Seu email:

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 3
FracoBom