Escrito por Adérito Caldeira  
Segunda, 04 Junho 2018 08:03
Share/Save/Bookmark

Foto de Adérito CaldeiraUma marcha de militantes, membros e simpatizantes do partido Frelimo juntou no passado sábado (02) menos de 500 pessoas na cidade de Maputo onde a formação política no poder em Moçambique clama ter mais de 100 mil filiados.

Não encheram o sopé da estátua do fundador do partido os representantes dos Combatentes da Luta de Libertação Nacional, Organização da Mulher Moçambicana, Organização da Juventude Moçambicana e dos Continuadores da Revolução que se reuniram para marcharem até a praça da Paz.

Foto de Adérito Caldeira“É uma marcha dos militantes da Frelimo na cidade de Maputo, dos munícipes da cidade de Maputo, em saudação ao camarada presidente Filipe Jacinto Nyusi pela sua liderança, pelos seus esforços na consolidação da Paz. Esta Paz que é extremamente importante para que cada um dos moçambicanos liberte as suas iniciativas para desenvolver o país”, declarou a jornalista o 1º secretário da formação política na capital do país, Francisco Mabjaia.

“Esta marcha tem em vista também saudar o camarada presidente por aquilo que foi a sua liderança no processo de diálogo com o líder da Renamo que culminou com os consensos que foram submetidos à Assembleia da República sobre descentralização” acrescentou Mabjaia que encabeçou a marcha, ladeado pelo edil de Maputo, que não reuniu nem 500 pessoas de um partido que em 2013 clamava possuir mais de 114 mil membros apenas na cidade de Maputo, e perto de 4 milhões em todo o país.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom