Escrito por Emildo Sambo  
Sexta, 22 Junho 2018 07:54
Share/Save/Bookmark

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), que na última eleição intercalar perdeu o município de Nampula para a Renamo, formalizou, na quinta-feira (21), na Comissão Nacional de Eleições (CNE), em Maputo, a intenção de correr nas eleições autárquicas de 10 de Outubro próximo.

O partido governa só três das 53 autarquias locais existentes no país, nomeadamente Beira, Quelimane e Gúruè.

José de Sousa, mandatário daquela formação política, que aparentemente está a ser abalada por uma crise caracterizada pela dissidência de alguns membros, disse que espera vencer, mas admite que pode haver infortúnio.

Os três partidos parlamentares (Frelimo, Renamo e MDM) já estão inscritos para o processo eleitoral que se avizinha. Neste momento, verifica-se a “dança” dos cabeças de lista, tendo o partido do “galo” indicado os seus, excepto na capital Maputo.

Na Beira, em Quelimane e no Gúruè, bem como noutros municípios onde o MDM não venceu nas autárquicas de 2013, vai apostar nos mesmos candidatos, por entender que têm aceitação local e granjeiam simpatia.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom