Escrito por Emildo Sambo  
Segunda, 06 Agosto 2018 08:11
Share/Save/Bookmark

A Frelimo, escolheu, na sexta-feira (03), Eneas Comiche como o cabeça-de-lista para Maputo, a capital e cidade mais importante de Moçambique, e elegeu igualmente os candidatos e membros das assembleias municipais para as restantes autárquicas. Este é o começo de um provável regresso de Comiche à edilidade, onde foi presidente de 2004 a 2008. Na altura, ele alertou às autoridades que a área de actuação do governo da urbe coincidia/coincide com o espaço territorial do município, o que diluía/diluiu as responsabilidades de ambas as partes.

O deputado e presidente da Comissão do Plano e Orçamento da Assembleia da República (AR) vai enfrentar Venâncio Mondlane, da Renamo, e outro candidato ainda por ser indicado pelo Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

No Concelho Autárquico da Matola, cidade considerada gigante industrial e gerida pelo partido no poder, este voltou a apostar em Calisto Cossa, que vai “medir forças” com Silvério Ronguane, do “galo”, e António Muchanga, da “perdiz”.

Luís Munguambe mereceu votos vai tentar mais um mandato na vila da Manhiça. Jacinto Loureiro, actual edil da vila de Boane, teve a mesma sorte e Manuel Munguambe vai bater-se pela vila da Namaacha.

Nas seis autarquias da província Gaza, a Frelimo tem como cabeças-de-lista Emídio Xavier, para o município de Xai-Xai, Henriques Machava (Chibuto), Maria Langa (Manjacaze), Ramalho Mussay (Macia), Mufundisse Chilengue (Praia de Bilene) e José Moiane (Chókwè).

Em Inhambane, Benedito Guimino, actual edil da capital provincial, poderá renovar o mandato, pois foi também eleito cabeça-de-lista.

Para a autarquia da Massinga, os camaradas elegeram Neide Jeremias e Fernando Bambo, para a cidade da Maxixe.

Abílio Paulo e William Tunzine irão concorrer pelas edilidades de Quissico e Vilanculo, respectivamente.

Para a cidade da Beira, a Frelimo apostou em Augusta Maita. Esta deverá ter uma estratégia bastante forte arrancar a gestão da autarquia das mãos do actual edil, Daviz Simango, do MDM.

Ainda em Sofala, no município de Gorongosa, o “batuque e maçaroca” vai concorrer pela mão de Sabete Elicha. António Charurmar é o escolhido para Nhamatanda, enquanto Victória Artur dará a cara por Marromeu.

A capital provincial de Manica tem como cabeça-de-lista João Ferreira, docente na Universidade Católica em Chimoio e é empresário formado em engenharia de construção civil.

César de Carvalho é o escolhido da Frelimo para Tete. Ele já foi presidente do município local por dois mandatos.

Em Moatize, o partido no poder voltou a confiar no actual edil, Carlos Portimão, que está lá desde 2013.

A 26 de Setembro de 2013, Carlos Portimão, na ocasião candidato do partido Frelimo à presidência do município de Moatize, foi preso por ordens da procuradora distrital de Tete, Ivánia Mussagy, acusado de tentar subornar a magistrada valor de cinco mil meticais, em notas. Ele tentava negociar a soltura do seu sobrinho que se encontrava detido na Cadeia Distrital de Moatize.

Na Zambézia, a Frelimo vai concorrer com Carlos Carneio, em Quelimane, Geraldo Sotomane, em Mocuba, Miguel Ernesto, para Alto-Molócuè, José Fernando (Gúruè), Felisberto Dias (Milange), Virgílio Gabriel (Maganja da Costa).

Na cidade de Nampula, Amisse Coloco é confiado da Frelimo e vai enfrentar de novo o candidato da Renamo, Paulo Vanhale, a par do que aconteceu na última eleição intercalar.

Ângelo Fonseca, é o cabeça-de-lista para Malena; Valdemiro Abacar, para Ribáwè; Abdul Mamade, para Monapo; Saíde Abdulremane, Ilha de Moçambique; Bernardino Elias, para Angoche; e Rui Chongue Son, para Nacala-Porto.

No Niassa, a Frelimo elegeu Luís Djumo, Sara Mustafa e João Assumane para as autarquias da cidade de Lichinga, Metangula e Cuamba, respectivamente enquanto Afonso Alfredo e João Stende foram confiados para Marrupa e Mandimba.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom