Escrito por Emildo Sambo  
Terça, 19 Fevereiro 2019 07:38
Share/Save/Bookmark

O presidente da Renamo, Ossufo Momade, divulgou, na segunda-feira (18), uma lista de 13 membros por si escolhidos para assessoria política ao seu gabinete nas três regiões do país.

As escolhas, segundo justificou numa teleconferência dirigida aos seus membros na cidade de Maputo, prendem-se com a necessidade de “vencer as eleições legislativas, presidenciais e provinciais”.

Neste contexto, ele exortou ao partido a “imprimir mais dinâmica nas actividades políticos-partidários de base”.

Para as províncias de Cabo Delgado e do Niassa, Ossufo Momade indicou Fernando Matoassanga e Fernando Tomé.

Em Nampula, os assessores políticos do gabinete do líder da Renamo são Carlos Manuel e Carvalho Pensado.

Victor Viandro e Sebastião Temporário foram confiados a mesma missão a partir da província da Zambézia, enquanto em Sofala, Manica e Tete estarão posicionados Francisco Maingue e Juliano Picardo, respectivamente.

Ossufo Momade nomeou ainda José Manteigas e Domingos Joaquim para Inhambane.

António Muchanga estará baseado em Gaza e Rahil Khan na capital do país.

Para Momade, esta indicações, bem como as outras mexidas no organograma do partido, “por si só não fazem mudanças mágicas”. É preciso trabalho.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 1
FracoBom