Escrito por Redação  
Quinta, 16 Janeiro 2020 22:29
Share/Save/Bookmark

Tomam posse nesta sexta-feira (17) os 794 cidadãos eleitos para as Assembleias Provinciais de Moçambique no pleito de 15 de Outubro passado. O partido Frelimo obteve a maioria dos mandatos nas dez províncias e vai indicar os respectivos Governadores.

Na Província de Maputo o partido Frelimo obteve 61 dos 81 mandatos e vai indicar Júlio Parruque como o Governador. Serão ainda empossados para a Assembleia Provincial 18 deputados do partido Renamo e dois do Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

A Assembleia Provincial mais desequilibrada vai ser na Província de Gaza onde o partido de Filipe Nyusi ganhou 81 dos 82 mandatos em disputa, por isso nomeará como Governadora Margarida Sebastião Mapanzene Chongo. O partido Renamo elegeu um deputado.

Na Província de Inhambane o partido do Governo ganhou 54 dos 60 mandatos e vai nomear Daniel Francisco Chapo para Governador. O partido Renamo elegeu seis deputados.

Lourenço Ferreira Bulha vai Governar uma das províncias onde a Assembleia ficou mais equilibrada, em Sofala o partido Renamo elegeu 13 deputados, o MDM oito e o partido Frelimo ficou com 60 dos 81 mandatos.

Em Manica a Assembleia será composta por 63 deputados do partido de Filipe Nyusi, que indicará como Governadora Francisca Domingos Tomás, enquanto o partido Renamo ficou com 17 dos 80 mandatos.

Domingos Juliasse Viola, do partido Frelimo, vai governar a Província de Tete onde a formação política ganhou 65 dos 82 mandatos da Assembleia Provincia, e o maior partido de oposição conseguiu 17 mandatos.

Na Província da Zambézia o partido Frelimo conquistou 69 dos 92 mandatos e vai nomear Pio Augusto Matos como Governador. Os restantes 23 mandatos ficaram com o partido de Ossufo Momade.

O maior Círculo Eleitoral de Moçambique será governado por Manuel Rodrigues Alberto cujo partido elegeu 63 deputados para a Assembleia Provincial enquanto os restantes 31 lugares ficaram com o partido Renamo.

O partido Frelimo, que vai indicar Valige Tauabo como Governador, ficou com 66 dos 82 mandatos da Província de Cabo Delgado ficando o partido de Ossufo Momade com 16 lugares.

Na Província do Niassa o partido no Governo conquistou 46 mandatos e vai indicar Elina Judite da Rosa Victor Massengele como Governadora, enquanto o partido Renamo obteve 14 dos 60 lugares na Assembleia.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom