Escrito por Adérito Caldeira  
Quarta, 22 Janeiro 2020 21:52
Share/Save/Bookmark

Edson Macuácua, Armindo Ngunga e Vitória Diogo foram acantonados nas Secretarias de Estado das províncias de Manica, Cabo Delgado e Maputo enquanto jovens apparatchiks foram nomeados para outras representações provinciais do Estado criadas no âmbito da descentralização em Moçambique.

O Chefe de Estado moçambicano nomeou nesta quarta-feira (22) os titulares dos novos órgãos de representação do Estado nas províncias e capital do país. O experiente deputado e professor de Direito Constitucional Edson da Graça Francisco Macuácua vai ser o Secretário de Estado na Província de Manica enquanto a antiga ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Dias Diogo, vai exercer o cargo na Província de Maputo.

O antigo vice-ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Armindo Saul Atelela Ngunga, foi nomeado para representar o Estado na Província de Cabo Delgado e a antiga Governadora da Província de Gaza, Stella da Graça Pinto Novo Zeca, vai ser Secretária de Estado na Província de Sofala.

Para as províncias do Niassa, Nampula, Tete, Zambézia, Inhambane e Gaza o Presidente Filipe Nyusi nomeou os jovens apparatchiks do partido Frelimo Dinis Chambiuane Vilanculos, Mety Oreste Gondola, Elisa Zacarias, Judith Emília Leite Mussácula Faria, Ludmila Mwaa Rafael Maguni e Amosse Júlio Macamo, respectivamente.

Na Cidade de Maputo, onde deixou de existir a figura de Governador, o Estado vai ser representado por Sheila de Lemos Santana Afonso, uma jovem jurista com experiências bem sucedidas em funções similares, a Secretária Permanente, que exerceu no antigo Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural e no Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 2
FracoBom