Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 21 Setembro 2017 05:42

A prima da ex-empregada doméstica de Setina Titosse admitiu, na terça-feira (19), em sede do tribunal, o seu envolvimento no megaroubo de 170 milhões de meticais no Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA) e revelou que, para além de nunca ter submetido projecto algum a pedir financiamento, bastou apenas reunir uma cópia do bilhete de identidade, NUIT, recibo do Imposto Pessoal Autárquico (IPA) e declaração do bairro para ser desembolsado, a seu favor, 4.787.426 meticais.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 21 Setembro 2017 05:37

A arguida e ex-assistente particular de Setina Titosse foi desmentida pelos próprios irmãos, em sede do tribunal, relativamente ao seu presumível não envolvimento no desvio de 170 milhões de meticais dos cofres do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), onde a sua antiga patroa – também constituída ré – era Presidente do Conselho de Administração (PCA). Os irmãos Dércio, Gerson e Binaia Manganhe, compareceram ao tribunal, na quarta-feira (20), na qualidade de declarantes, e proferiram depoimentos que sugerem que Milda Cossa pode ter faltado à verdade, de forma deliberada, ao negar que movimentou avultadas somas de dinheiro daquela instituição do Estado para o seu próprio benefício, da sua chefe e de outras pessoas alheias à entidade lesada.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 21 Setembro 2017 05:34

Caiu redondamente por terra a intenção do advogado de Setina Titosse de ver vedado, à imprensa, o acesso à sala onde decorrem, desde 12 de Setembro em curso, as audiências do julgamento dos réus acusados de envolvimento no desvio de 170 milhões de meticais do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), supostamente por estar a publicitar as imagens dos réus e reproduzir os actos processuais, o que coloca em causa “o direito ao bom nome e à imagem”.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 20 Setembro 2017 06:08

O ganense Michel Maaman Larya, ex-esposo da antiga Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), compareceu, na terça-feira (19), ao Tribunal Judicial da Cidade de Maputo (TJCM) e alegou que não sabia que a viatura luxuosa com que foi obsequiado pela ré Setina Titosse tinha sido adquirida com dinheiro do erário e nunca procurou saber dela a origem da verba. Para ele receber o carro, a mulher – à data dos factos – precisou derramar lágrimas como forma de convencê-lo a receber o meio circulante.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 20 Setembro 2017 06:00

A técnica de monitoria e avaliação, afecta ao Departamento Agro-pecuário no Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), Celeste Ismael, tentou, na terça-feira (19), convencer ao tribunal de que ela não está, de forma alguma, envolvida na aprovação de projectos considerados falsos, alguns dos quais de mutuários inexistentes, e que deram azo ao saque de 170 milhões de meticais daquela entidade do Estado. Ela é indiciada, por exemplo, de ter emitido pareceres favoráveis a quatro programas para concessão de financiamento, ignorando o facto de os mesmos não reuniam requisitos para o efeito e revelou-se hesitante quando foi chamada a se defender.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 19 Setembro 2017 05:43

O Tribunal Judicial da Cidade de Maputo (TJCM) ouviu, na segunda-feira (18), mais seis réus implicados no roubo de 170 milhões de meticais no Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), recorrendo artifícios supostamente arquitectados pela ex-Presidente do Conselho de Administração daquela entidade do Estado, Setina Titosse.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Segunda, 18 Setembro 2017 05:55

O sobrinho, os colegas e as amigas da ex-Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), Setina Titosse, assumiram, na sexta-feira (15), no tribunal, o seu envolvimento no saque de 170 milhões de meticais naquela instituição do Estado. Todavia, acusaram Setina Titosse de ter preparado e materializado o plano usando pessoas mais próximas de si e alheias à entidada lesada, incluído o seu ex-marido.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Sexta, 15 Setembro 2017 08:39

A arguida Milda Cossa, cunhada e antiga assistente particular da ex-Presidente do Conselho de Administração do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), Setina Titosse, admitiu, na quinta-feira (14), em sede do tribunal, que movimentou, através da sua conta bancária e dos seus irmãos, mais de 56 milhões de meticais de que é acusada de se ter beneficiado ilicitamente, mas fê-lo a mando da sua patroa. Esta não só ficava com os montantes, como também dava instruções sobre as pessoas às quais as transações deviam ser direccionadas.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 14 Setembro 2017 07:23

A ex-Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Fundo de Desenvolvimento Agrário (FDA), Setina Titosse, considerada cabecilha no saque de 170 milhões de meticais, num esquema que envolveu amigos, familiares e outras pessoas alheias àquela instituição do Estado, declarou, quarta-feira (13), em sede do tribunal, não ter desviado qualquer valor, mas sim, facilitado – sem obter contrapartidas financeiras – a aprovação de 26 projectos que na óptica do Ministério Público (MP) são fictícios e serviram apenas para alavancar o desfalque de 170 milhões de meticais, bem como foram pontapeados os critérios impostos para a concessão de créditos.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 7 de 84