Escrito por Luís Rodrigues   
Terça, 04 Agosto 2015 07:55

Uma equipa das direcções Provincial dos Combatentes, do Centro de Recrutamento e Mobilização, dos Registos e Notariado e de Identificação Civil em Nampula escala as antigas bases da Renamoem Naquira e Cunqui (Meconta), Namilase (Murrupula), Grácio e Nanticua (Muecate), Namaquetho (Nacaroa ), Namige (Mogincual ), Mecua e Nampotho (Mogovolas), entre outras, paraidentificar e registar os ex-guerrilheiros da Renamo com vista a beneficiarem do Fundo de Paz e Reconciliação Nacional, aprovado no ano passado. Porém, a “Perdiz” recusa ocupar os seus lugares na Assembleia-Geral deste organismo porque reivindica igualdade na composição do mesmo.

 
Escrito por Redação   
Segunda, 03 Agosto 2015 07:58

O Professor Doutor Jamisse Taímo pode estar a violar a Lei de Probidade Pública (LPP), uma vez que, para além de ser inspetor-geral do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP), é, também, director da Escola Superior de Altos Estudos e Negócios (ESAEN) da Universidade Politécnica, onde é colega do antigo ministro da Educação, Augusto Jone, igualmente considerado em situação de clara violação da norma em questão.

 
Escrito por Redação   
Segunda, 03 Agosto 2015 07:56

O combate ao despesismo que o Presidente da República, Filipe Nyusi, prometeu levar a cabo, aquando da sua tomada de posse, em Janeiro último, está a cair num saco roto e o Tribunal Supremo (TS), o mais alto órgão da hierarquia dos tribunais judiciais moçambicanos, é o rosto disso. A instituição gasta, mensalmente, cerca de 36 mil dólares norte-americanos (1.440 mil meticais) com o arrendamento de seis imóveis para juízes conselheiro em bairros de luxo como Sommershield e Triunfo, em Maputo.

 
Escrito por Redação   
Quinta, 30 Julho 2015 07:35

O primeiro-ministro, Carlos Agostinho do Rosário, empossou na terça-feira (28) um novo director-geral da Agência de Informação de Moçambique (AIM), Bernardo Mavanga, em substituição de Gustavo Mavie, que ocupou o cargo durante 14 anos, ao longo dos quais foi protagonista de vários actos de gestão danosa, alguns dos quais detectados pelo Tribunal Administrativo (TA) e reconhecidos pelo próprio dirigente ora substituído, e que foi, também, membros do G40, grupo de analistas políticos criado em 2013 pelo Partido Frelimo para defender o Governo e o então Presidente de Moçambique, Armando Emílio Guebuza.

 
Escrito por Júlio Paulino   
Terça, 28 Julho 2015 07:55

Finalmente, o projecto de aquisição de 40 autocarros para a empresa de Transportes Públicos Municipais de Nampula, que estava a registar uma série de constrangimentos, na sequência do cancelamento do contrato pela edilidade com a GWM, empresa vencedora do concurso lançado para o efeito, alegadamente por se ter provado que a mesma não é ilegível pelo First National Bank (FNB), instituição que iria alocar os fundos para a materialização desta iniciativa, acaba de ser concretizado.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Sexta, 24 Julho 2015 07:37

No segundo dia de perguntas ao Governo, na quinta-feira (23), o partido Frelimo deixou novamente claro que tudo o que faz no Parlamento é, sempre, a favor do Executivo, não está em altura de contrariar a ala que defende, é solícita a ponto de não ter punho para dizer basta a nada, a sua capacidade de corrigir possíveis erros na administração do país está beliscada e quando pretende criticar recorre a eufemismos e figuras de estilo, tal como acontece quando exalta e ensoberbece o Chefe de Estado, Filipe Nyusi, em cada intervenção. Já a oposição, que embarca no mesmo tom em prol do seu líder e dos seus prosélitos, denota também falta de foco em certos assuntos em debate e não tem sabido colocar perguntas de insistência relativamente às matérias que deseja ver esclarecidas.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 23 Julho 2015 07:31

Enquanto os municípios de Maputo, Matola, Tete e Nampula intensificam as campanhas de demolição de residências e outras infra-estruturas presumivelmente erguidas em lugares inadequados, o que tem deixado as vítimas num turbilhão de nervos, Carmelita Rita Namashulua, ministra da Administração Estatal e Função Pública, questiona sobre onde estavam as lideranças dessas autarquias quando os munícipes edificaram as suas casas, e alerta que essas medidas resultantes de decisões mal tomadas “acarretam enormes prejuízos ao Estado” e a pessoas afectadas, podendo, um dia, levar ao “pagamento de indemnizações”.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 17 Julho 2015 08:51

Afonso Dhlakama confirmou que os seus guerrilheiros atacaram as forças governamentais no início do corrente mês, em Tete e Sofala, e que as ordens partiram de si: “Fui eu que dei ordens pessoalmente às minhas forças para atacarem ” afirmou o presidente do partido Renamo, a jornalistas nesta quarta-feira (15). Entretanto, milhares de moçambicanos abandonaram as suas residências, nas regiões de Angónia, Mkondezi e Monjo, na província de Tete, e centenas procuraram refúgio no Malawi.

 
Escrito por Luís Rodrigues   
Quinta, 16 Julho 2015 08:43

Dois supostos membros da Renamo, cujos nomes não apurámos, encontram-se detidos, desde o princípio desta semana, nas celas da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nametil, sede do distrito de Mogovolas, indiciados de inviabilização das actividades políticas do partido Frelimo naquela parcela do país.

 
Início Anterior 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 Seguinte Final

Pág. 90 de 124