Escrito por Intasse Sitoe   
Segunda, 04 Maio 2015 07:20

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM), na Assembleia Municipal de Maputo, reprovou semana passada a proposta do Programa para a Redução da Pobreza Urbana (PERPU) alegadamente por falta de clareza na alocação do fundo para o efeito e pelo facto de certos membros do partido no poder, ligados à gestão do dinheiro em causa, estarem a direccioná-lo a seus familiares. Porém, o documento passou com o voto maioritário da Frelimo.

 
Escrito por Cristóvão Bolacha   
Segunda, 04 Maio 2015 07:13

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) diz que os gestores do município de Mocuba recorrem à mão-de-obra infantil para a limpeza da cidade, sobretudo os arredores da morgue do Hospital Rural de Mocuba, que se encontra em péssimas condições de higiene.

 
Escrito por Intasse Sitoe   
Quinta, 30 Abril 2015 07:50

A edilidade da capital moçambicana tem vindo a deslocar famílias das zonas consideradas de risco ou propensas a inundações no época chuvosa e a reassentá-las em lugares onde não existem infra-estruturas básicas, tais como redes de abastecimento de águas, luz, escolas, hospitais, postos policiais, mercados, entre outras. Para além de outras pessoas deixadas nestas condições precárias, há bastante tempo, existem pelo menos 78 famílias em Phazimane.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Segunda, 27 Abril 2015 07:57

Grande da população moçambicana ainda sem acesso à energia eléctrica e ao precioso líquido, por exemplo, não vai beneficiar desses e outros serviços até 2019, altura em que cessa o mandato do actual Governo, cujo Presidente prometeu ver aos seus compatriotas uma vida melhor “num país cada vez mais iluminado, muito para além das sedes distritais, com fontes de energia diversificadas, com mais acesso à água potável e a infraestruturas de saneamento...”.

 
Escrito por Luís Rodrigues   
Segunda, 27 Abril 2015 07:53

Na cidade de Nampula, 1.345 barracas em processo de construção e/ou desocupadas, das quais 592 no mercado 25 de Junho, vulgo Matadouro; 253 em Naloko e 200 no Waresta serão expropriadas pelas autoridades municipais, alegadamente por se encontrarem em situação de abandono.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 24 Abril 2015 10:56

Pelo menos uma centena de cidadãos detidos na penitenciária de máxima segurança da Machava, vulgarmente conhecida como “BO”, estão em greve de fome, desde a quarta-feira(22), exigindo resposta da autoridades sobre os pedidos de liberdade condicional que, segundo eles, não são atendidos desde meados de 2014.

 
Escrito por Luís Rodrigues   
Quinta, 23 Abril 2015 07:41

Pedro Guilherme Kulyumba, Inácio Tarcísio e Maria Leonor dos Santos, funcionários públicos e membros da Assembleia Municipal de Nampula pela bancada da Frelimo, são impedidos de participar nas sessões daquele órgão deliberativo em virtude de estarem a auferir salários e terem direito a outros benefícios em instituições públicas diferentes, o que viola a Lei de Probidade Pública (Lei no. 16/2012, de 14 de Agosto).

 
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 21 Abril 2015 07:51

Cinquenta dias após a entrada em funcionamento da Assembleia-Geral do Fundo de Paz e Reconciliação Nacional, a Renamo, o maior partido da oposição em Moçambique, que detém um número desconhecido de guerrilheiros e armas, o que contaria a Constituição, ainda não ocupou os seus lugares naquele órgão porque reivindica igualdade na composição do mesmo. No diálogo político com o Governo, ora encalhado, a ronda de segunda-feira (20), a 102a, foi novamente um fiasco. Este partido diz que está a ser bombardeado, particularmente em Gaza, mas o Executivo nega.

 
Escrito por Redação   
Sexta, 17 Abril 2015 08:27

Despesismo e má aplicação de fundos, gestão irresponsável do património, abuso de poder, atropelos aos estatutos e a directivas e comportamentos desviantes são alguns problemas de que enferma a Organização da Juventude Moçambicana (OJM), braço direito do partido Frelimo e que o apoia incondicionalmente há 38 anos.

 
Início Anterior 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 Seguinte Final

Pág. 92 de 121