Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 24 Maio 2018 07:51

Foto de António MuiangaQuestionado pelos deputados da Assembleia da República (AR) em Sessão de Perguntas ao Governo o ministro da Economia e Finanças não revelou qual é a real situação de insustentabilidade da Dívida Púbica de Moçambique, “eu quero dar na base da metodologia que estamos a usar e não a do FMI” disse ao @Verdade. Contudo por causa da insustentabilidade da Dívida Pública o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) declarou que o nosso país está a perder até 80 milhões de dólares de financiamento.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 24 Maio 2018 07:46

Na sessão de Perguntas dos deputados da Assembleia da República (AR) ao Governo, do passado dia 16, o ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, faltou a verdade quando declarou que Moçambique não está a pagar a dívida comercial desde 2016. O Tribunal Administrativo indica que o Governo fez dívida interna de cerca de 200 milhões de dólares norte-americanos para amortizar as dívidas ilegais da Proindicus e da EMATUM.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 15 Maio 2018 07:42

Foto de Adérito CaldeiraOs agricultores e processadores de alimentos que pretendam exportar os seus produtos precisam de certificados de qualidade que o Instituto Nacional de Normalização e Qualidade (INNOQ) não tem acreditação para emitir e nem sequer tem expectativa de o fazer nos próximos anos. “Para poder acreditar produtos alimentares o INNOQ precisa de ser certificado em ISO 17025 e ainda não está”, admitiu o director-geral da instituição.

Actualizado em Terça, 15 Maio 2018 08:20
 
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 15 Maio 2018 07:40

O Parlamento moçambicano vai rever o Código de Registo Civil para simplificar a sistematização de informações pessoais, com vista a assegurar que o cidadão tenha um número único de identificação. A medida deverá, entre vários benefícios, impedir a falsificação de documentos e contornar o calvário a que o cidadão está sujeito para tratar, por exemplo, um bilhete de identidade em caso de residir num distrito diferente daquele onde nasceu, segundo Édson Macuácua, presidente da Comissão dos Assuntos Constitucionais, Direitos Humanos e de Legalidade (CACDHL).

 
Escrito por Emildo Sambo   
Segunda, 14 Maio 2018 07:17

Uma bala supostamente perdida, que se acredita ter sido disparada a partir de um quartel militar instalado no bairro Siduava, no município da Matola, atingiu mortalmente uma criança de seis anos de idade, no dia 03 de Maio em curso. Desde essa altura, as relações entre a população local e a família da vítima – que acreditam que o miúdo foi morto por um militar – e a Polícia da República de Moçambique (PRM) azedaram. Para a corporação, o miúdo não foi vítima de um projéctil, mas sim, há indícios de a morte ter sido causada com recurso a um instrumento contundente. Contudo, aguarda-se pelo relatório da Medicina Legal, o qual estará disponível esta segunda-feira (14).

Actualizado em Segunda, 14 Maio 2018 10:11
 
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 02 Maio 2018 07:25

A ministra da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), Conceita Sortane, insurgiu-se, no último fim-de-semana, na província de Sofala, contra os directores dos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia SDEJT) que não cumprem cabalmente as suas funções no processo de instrução e admitem problemas tais como “horas extras e segunda turma falsas” nos estabelecimentos de ensino sob sua alçada. Ela não só prometeu penalizá-los caso a situação prevaleça, por conta dos encargos que acarreta ao Estado, como também avisou que não quer resultados triunfalistas sobre a prestação dos alunos enquanto os reais obstáculos com que as escolas se debatem são encobertos.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 02 Maio 2018 07:18

Foto de Emildo SamboA vila da Manhiça, na província de Maputo, dormiu agitada no domingo (29) e acordou em ambiente de total caos na segunda-feira (30). Populares enraivecidos incendiaram duas residências e nove viaturas de um suposto traficante de seres humanos. Outras duas casas de pessoas ligadas ao suspeito também não escaparam. Em conexão com o caso, a Polícia deteve seis indivíduos, dos quais três mulheres, e os transferiu para a 18a. esquadra na capital do país.

Actualizado em Quarta, 02 Maio 2018 07:24
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 26 Abril 2018 07:29

ArquivoO Conselho de Ministros decidiu esta terça-feira (24) aliviar as restrições na distribuição de água potável nas cidades de Maputo, Matola e Boane decretando o “fornecimento de água todos os dias, pelo menos 8 horas por dia” já nesta quarta-feira (25)... porém a água não obedeceu ao Governo incompetente em finalizar as obras da barragem de Corumana e mobilizar 220 milhões de dólares para reiniciar a construção da barragem de Moamba Major.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Terça, 17 Abril 2018 07:43

foto cedida pla PRMApesar dos apelos à observância das regras de trânsito e endurecimento das medidas punitivas aos prevaricadores por parte das autoridades policiais, condutores há que, deliberadamente, infringem o Código da Estrada [aprovado pelo Decreto-Lei nº. 1/2011] nas barbas da Polícia de Trânsito (PT) e ainda atentam contra a sua vida e colocam-se em fuga sem deixar rastos. Elisa Elias, de 30 anos de idade, membro da Polícia da República de Moçambique (PRM), foi vítima de uma situação similar e há duas semanas que luta pela saúde na cama 46 dos Serviços de Ortopedia do Hospital Central de Maputo (HCM).

Actualizado em Quinta, 19 Abril 2018 08:18
 
Escrito por Emildo Sambo   
Quinta, 12 Abril 2018 07:51

Pelo menos 89,2% de moçambicanos, mormente as crianças que frequentam a 1a. classe, não usam a língua portuguesa, o que faz com que aprender a ler, a escrever e a fazer cálculos nesta língua seja penoso. Diante deste facto, a ministra da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH), Conceita Sortane, alertou, na quarta-feira (11), em Maputo, que “se continuarmos a excluir a língua materna” deste grupo da sala de aulas o seu insucesso estará pré-determinado. Não poderá, igualmente, ter acesso a vários serviços tais como de saúde e justiça.

 
Escrito por Emildo Sambo   
Quarta, 11 Abril 2018 07:23

Jovens com idade inferior a 30 anos são os maiores consumidores de drogas em Moçambique, mormente a cannabis sativa, vulgarmente conhecida por soruma, cujo grosso é traficado na província da Zambézia, disse na terça-feira (10) o Governo, reunido e mais uma sessão do Conselho de Ministros.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 1 de 52