Escrito por Luís Nhachote   
Quinta, 03 Julho 2014 15:11

O assasinato de Ayoob Satar, na quarta-feira (02), em Karachi, capital paquistanesa, levanta uma série de questionamentos sobre o fim dramático que alguns cidadãos condenados no “Caso Carlos Cardoso”.

Actualizado em Quinta, 03 Julho 2014 15:48
 
Escrito por Redação Nampula   
Quinta, 03 Julho 2014 13:09

A produção de hortícolas no posto administrativo de Mutuali, no distrito de Malema, na província de Nampula, está comprometida devido ao facto de os Serviços Provinciais da Agricultura terem distribuído sementes de couve, de tomate, de pimento, de cebola, de cenoura e de repolho, supostamente deterioradas, que não germinaram depois de lançadas à terra.

Actualizado em Quinta, 03 Julho 2014 15:16
 
Escrito por Sebastião Paulino   
Quinta, 26 Junho 2014 17:02

“Na casa vizinha vivia um senhor que sempre que a minha tia fosse à machamba me chamava para passar refeições na sua casa e depois levava-me para o seu quarto (...) não me lembro quantas vezes ele me obrigou a manter relações sexuais com ele e dizia que eu não podia contar nada à minha tia nem a nenhuma outra pessoa (...)”, desabafou ao @Verdade uma criança de seis anos de idade abusada sexualmente, em 2013, por um cidadão até hoje não identificado, no bairro de Moutinho, no município da Maganja da Costa, na província da Zambézia. Desde essa data, a miúda ainda não foi submetida a exames médicos e queixa-se de vários problemas de saúde.

Actualizado em Sábado, 10 Março 2018 18:10
 
Escrito por Redação Centro/ Norte   
Quinta, 26 Junho 2014 16:54

Na cidade de Mocuba, o acesso a água potável continua uma autêntica dor de cabeça para os habitantes. A urbe é um dos poucos pontos do território moçambicano serpenteados pelas grandes correntes de água doce às quais a população recorre para lavar a roupa e a loiça, tomar banho e ainda encher algumas vasilhas com vista a confeccionar alimentos nas suas casas. Entretanto, para o efeito, as raparigas, sobretudo, percorrem quilómetros para alcançarem o rio Licungo e os seus afluentes, a principal alternativa da população, e ignoram o perigo a que estão expostas devido à presença de crododilos.

Actualizado em Quinta, 26 Junho 2014 17:37
 
Escrito por Reginaldo Mangue   
Quinta, 26 Junho 2014 16:28

Rafael Matsinhe, de 35 anos de idade, foi queimado vivo e escapou da morte por um triz na sequência de uma tentativa de linchamento protagonizada por um grupo de cidadãos, supostamente por ter sido confundido com um larápio, na madrugada do 13 de Junho, no bairro de Intaca, no município da Matola, numa altura em que acabava de sair da casa de um vizinho em direcção ao seu domicílio, sito na mesma zona. O episódio registou-se pouco tempo depois de a vítima ter assistido a um dos jogos do “Mundial” 2014, que decorre no Brasil.

Actualizado em Quinta, 26 Junho 2014 17:36
 
Escrito por Reginaldo Mangue   
Quinta, 26 Junho 2014 16:19

A localidade de Maguanza, no posto administrativo de Moamba-sede, na província de Maputo, é um dos testemunhos de que o fosso entre os ricos e os pobres prevalece no país, mormente nas zonas onde até a buzina de uma motorizada ainda é um luxo. A penúria dos habitantes daquela parcela de Moçambique consiste na falta de um pouco de tudo, desde água e luz, passando pelos estabelecimentos de ensino e das unidades sanitárias, até desembocar na falta de meios de transporte. Aquela é uma circunscrição geográfica como outras várias esquecidas pelas autoridades no que diz respeito à construção de infra-estruturas e provimento de meios básicos para a sobrevivência de um ser humano.

Actualizado em Quinta, 26 Junho 2014 16:27
 
Escrito por Redação Centro/ Norte   
Terça, 24 Junho 2014 14:36

Os habitantes do povoado de Mutange, que dista a 20 quilómetros da vila sede da Maganja da Costa, na província da Zambézia, pedem a construção de uma unidade sanitária com maternidade e abertura de furos de água potável com vista a aliviar o sofrimento a que estão sujeitos. O desejo foi manifestado nesta segunda-feira (24) à chefe da localidade, Helena Simões.

Actualizado em Terça, 24 Junho 2014 16:32
 
Escrito por Redação   
Segunda, 23 Junho 2014 15:57

Aos 79 anos de idade, Fátima Alfredo, residente no bairro de Mavalane, na capital moçambicana, vive um dos piores dilemas da sua vida: Os filhos acusam-na de ser feiticeira e de estar a dizimar a família, para além de ser a responsável pelas desavenças no seio da mesma. Devido à suposta bruxaria, os filhos abandonaram a residência e deixaram a idosa à sua própria sorte, sem condições mínimas de sobrevivência, facto que está a causar bastante estupefação naquele bairro, sobretudo entre os moradores do quarteirão 15.

Actualizado em Segunda, 23 Junho 2014 16:13
 
Escrito por Redação   
Domingo, 22 Junho 2014 11:07

Duas crianças morreram carbonizadas e várias famílias abandonaram a comunidade de Namutcho e perderam os seus bens em virtude de um incêndio alegadamente provocado pela Polícia, na manhã da última segunda-feira (16), no posto administrativo de Namanhibir, a 40 quilómetros da cidade de Montepuez, na província de Cabo Delgado.

Actualizado em Domingo, 22 Junho 2014 14:36
 
Escrito por Redação Nampula   
Sábado, 21 Junho 2014 11:08

Centenas de famílias da Ilha de Moçambique, na província de Nampula, estão mergulhadas numa crise de água potável que se agrava a cada dia que passa. A incapacidade do governo local em resolver o problema é de tal sorte que responsabiliza a empresa China Jiangxi Corporation for International Economic & Technical Cooperation de estar a atrasar a reabilitação de um sistema de abastecimento do preciso líquido.

Actualizado em Segunda, 23 Junho 2014 07:54
 
Escrito por Redação Nampula   
Quinta, 19 Junho 2014 14:49

Enquanto o Executivo moçambicano continua a alocar um maior bolo do Orçamento Geral do Estado ao Serviço de Informação e Segurança do Estado (SISE), às Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e ao Ministério da Defesa Nacional, por exemplo, o Hospital Geral de Marrére (HGM), na província de Nampula, uma das mais antigas unidades sanitárias da capital da região norte de Moçambique, está em situação precária e em condições precárias de funcionamento em virtude de se encontrar a ruir aos poucos, para além da falta de medicamentos para os doentes, mormente para os que padecem de tuberculose e VIH/SIDA. Os relatos dos enfermos e seus parentes dão conta de que há sempre ruptura de fármacos e o atendimento é mau.

Actualizado em Quinta, 19 Junho 2014 15:54
 
Início Anterior 51 52 53 Seguinte Final

Pág. 52 de 53