Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 17 Outubro 2017 08:11

Foto de Adérito CaldeiraO Banco Mundial reconheceu ao @Verdade que a fraca conclusão do ensino primário e secundários em Moçambique não é causado apenas pelo absentismo e qualidade de ensino mas também pela distância entre os locais de habitação de professores e alunos e as escolas primárias do 2º grau assim como as secundárias. Entretanto o nosso País precisa de acelerar o passo porque no mundo do trabalho actual e futuro além de ler, escrever e fazer contas os cidadão precisam de novas habilidades.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 16 Outubro 2017 09:00

Foto de Adérito CaldeiraO nosso País vai continuar encurralado pelas dívidas das empresas estatais Proindicus, EMATUM e MAM: até 2018 não haverá novo Programa de ajuda financeira do Fundo Monetário Internacional (FMI). Aliás a suspensão deverá continuar durante o próximo ano, e até o Governo de Filipe Nyusi explicar de forma transparente como foram usados os mais de 2 biliões de dólares norte-americanos. O @Verdade apurou ainda que nem mesmo uma eventual renúncia dos empréstimos, que foram contratados violando a Constituição e leis orçamentais, é suficiente para Moçambique sair da crise económica e financeira em que está mergulhado desde Abril de 2016.

Actualizado em Segunda, 16 Outubro 2017 15:46
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 13 Outubro 2017 04:43

Foto do FMIA crise das dívidas da Proindicus, EMATUM e MAM é um tabu na reunião anual do Fundo Monetário Internacional(FMI) e do Banco Mundial que está a decorrer em Washington DC, nos Estado Unidos da América. Funcionários séniores das instituições de Bretton Woods, académicos e responsáveis de instituições financeiras globais declinaram responder às questões colocadas pelo @Verdade. “Estamos a nadar no mesmo pântano, sem capacidade para rever as coisas, restando-nos a esperança que o pântano seque por si próprio” comentou o Professor Catedrático António Francisco. Certo é que sem a clarificação de como foram usados os mais de 2 biliões de dólares norte-americanos assim como garantias de responsabilização dos agentes do Estado que violaram a Constituição e leis orçamentais o FMI não vai retomar o seu apoio suspenso em Abril de ano passado.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 12 Outubro 2017 02:45

Foto de Adérito CaldeiraMilhões de raparigas moçambicanos não sabem que nesta quarta-feira(11) o mundo comemorou o seu Dia. Em hotéis e salas climatizadas em centros urbanos fizeram-se as “tradicionais” conferências e palestras de empoderamento que custaram milhões de meticais num único dia. Teresa é uma das meninas que que cedo teve de casar-se, hoje é mãe de duas crianças e há cerca de um ano não consegue ir a escola porque embora a matrícula e os livros do ensino primário que tenta acabar sejam gratuitos é obrigada a comprar cadernos, caneta, fardamento... com 5 mil meticais por ano continuaria a estudar.

Actualizado em Quinta, 12 Outubro 2017 07:13
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 11 Outubro 2017 02:27

Foto de Adérito CaldeiraPouco depois do auge da crise económica e financeira que afecta o nosso País e com a tensão política e militar a condicionar a Economia da região Centro de Moçambique a empresa que tem a concessão do Porto da Beira teve de enfrentar um desafio ainda maior após perder a sua Administração num trágico acidente aéreo. O @Verdade entrevistou Jan Laurens de Vries, o novo Administrador delegado da Cornelder, um jovem de 37 anos de idade que gere perto de sete centenas de pessoas e tem pela frente o desafio de manter a empresa como uma das maiores contribuintes do erário, nos últimos dois exercícios fiscais a empresa pagou mais impostos ao Estado do que todos os megaprojectos em Moçambique juntos. “O porto não pode parar, temos que investir porque as coisas boas não acontecem de um dia para o outro(...) E sabemos que se os volumes maiores de carga não vêm hoje, não vêm amanhã, hão-de vir e temos de estar preparados por isso temos uma visão de onde queremos estar daqui a 10 anos” revelou este cidadão holandês que chegou a empresa em 2009, na área de desenvolvimento de negócios, foi diretor Comercial e agora lidera o Porto que mais contentores movimente no nosso País.

Actualizado em Sábado, 14 Outubro 2017 12:46
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 1 de 59