Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 06 Março 2019 07:30

Foto de Adérito CaldeiraO Governo de Filipe Nyusi, que decretou o término do seu ónus na emissão de garantias bancárias para a aquisição de combustíveis líquidos, endividou o povo em mais de 22 biliões de meticais para financiar a importação de gasolina, gasóleo, GPL e petróleo de iluminação durante o ano de 2018. No mesmo período investiu somente 22 biliões de meticais em todo o sector da Saúde.

Actualizado em Quarta, 06 Março 2019 07:39
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 05 Março 2019 07:31

Foto da Presidência da RepúblicaO Governo decretou no passado dia 20 a extinção da Empresa de Desenvolvimento de Maputo Sul, cuja missão foi dada como cumprida após inauguração da ponte Maputo – Katembe e da estrada Circular da capital moçambicana. Contudo o @Verdade apurou que a Empresa Pública deixa para o erário dívidas de 39,2 biliões de meticais à China, outros 2,8 biliões de meticais à banca moçambicana e fechou o exercício de 2017 com um resultado líquido de 8,2 biliões de meticais negativos.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 04 Março 2019 07:30

Grafismo de Nuno TeixeiraPela quarta vez Filipe Nyusi aumentou o preço da energia eléctrica em Moçambique, paradoxalmente o aumento que vigora desde o passado dia 1 de Março só afecta aos seus “patrões”, são mais 21 por cento na factura do povo e nenhum aumento para as grandes empresas e mega projectos. Desde que tornou-se Presidente o auto intitulado nosso “empregado” já aumentou este serviço básico mais de 125 por cento.

Actualizado em Segunda, 04 Março 2019 08:16
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 01 Março 2019 07:45

Foto da página do facebook de Sídio MugadzaA FIFA considerou que o cidadão moçambicano Sidio José Mugadza “é culpado de ter recebido subornos” e decidiu bani-lo do futebol durante 15 anos. “Sei que houve uma coisa com a Tailândia ou algo assim, mas muito antes de nós chegarmos” explicou ao @Verdade Alberto Simango Jr. No entanto ex-timoneiro do futebol no nosso país, Faizal Sidat, garantiu: “Não tem nada a ver com a Federação Moçambicana de Futebol”.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 28 Fevereiro 2019 07:26

O Chefe de Estado, Filipe Nyusi, e o líder do partido Renamo, Ossufo Momade, encontraram-se nesta quarta-feira (27) pela primeira vez na Presidência da República, em Maputo, para acelerar o Desarmamento, Desmobilização e Reintegração dos militares do partido de oposição que tem atrasadas 17 das 22 actividades acordadas em Agosto de 2018. Apesar do atraso de cerca de seis meses os dois beligerantes concordaram “em concluir a fase principal que culmina com um Acordo de Paz que marca a Cessação Definitiva das Hostilidades, o mais cedo possível”.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 2 de 94