Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 23 Outubro 2019 00:42

O antigo Presidente do Conselho Executivo das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), António Pinto, e o seu então Administrador Financeiro, Hélder Júlio da Silva Fumo, foram detidos nesta terça-feira (22) pelo Gabinete Central de Combate a Corrupção. O @Verdade apurou que a sobrefacturação na aquisição de bens e serviços e desvio de milhões de Meticais são alguns dos alguns actos de gestão danosa que terão motivado o processo-crime que está a correr na Sétima Secção Criminal do Tribunal da Cidade de Maputo.

Actualizado em Quarta, 23 Outubro 2019 07:59
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 21 Outubro 2019 23:15

Filipe Nyusi deixou a Cidade de Maputo para comparecer na primeira Cimeira Rússia - África, aparentemente indiferente a expressiva vitória nas Eleições Gerais. O Presidente da República deverá agradecer a Vladimir Putin pelas centenas de soldados que enviou a Moçambique para combaterem o “Al Shabaab”, concluir a negociação da dívida soberana com o VTB e pelo apoio na reeleição que Moscovo já saudou pela “execução bem-sucedida”.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 21 Outubro 2019 00:12

O partido Renamo não vai aceitar os resultados das Eleições Gerais do passado dia 15 de Outubro em Moçambique e já pediu a sua anulação. No entanto o maior partido de oposição não tem provas do “enchimento de urnas e impedimento de eleitores de exercerem os seus direitos cívicos” tendo admitido que tinha a expectativa que o partido Frelimo “teria pelo menos um pouco de vergonha para não atingir esta magnitude de fraude a que se atingiu”. O apuramento parcial da Comissão Nacional de Eleições indica vitória muito folgada de Filipe Nyusi na eleição Presidencial e do partido Frelimo nas Legislativas e Provinciais.

Actualizado em Segunda, 21 Outubro 2019 12:49
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 17 Outubro 2019 23:39

Foto do Centro de Integridade PúblicaConvidados pelo Governo da Frelimo, hospedados em hotéis de luxo à beira mar, sem problemas de credenciação, alimentados com camarões frescos e direito a escolta policial para abrir caminho das viaturas de luxo em que se fazem transportar as oito missões estrangeiras que observam as Eleições Gerais do passado dia 15 em Moçambique consideraram que a votação foi “ordeira”, “calma”, “satisfatória”, “pacífica” e até “transparente”. Só faltou saudarem a reeleição de Filipe Nyusi.

Actualizado em Sábado, 19 Outubro 2019 12:00
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 16 Outubro 2019 22:46

A Polícia da República de Moçambique (PRM) em Nampula admitiu que um civil “tentou arrancar uma arma de fogo a um agente da polícia e sem sucesso acabou sendo alvejado” mortalmente elevando para dois os óbitos no pleito desta terça-feira (15). Apesar destas mortes, dos muitos tiros que disparou para o ar, do gás lacrimogéneo que usou e das dezenas de ilícitos eleitorais que resultaram na detenção de 98 cidadãos a PRM avaliou que a votação e início da contagem de votos das Eleições Gerais decorreu “num ambiente de paz e de tranquilidade”.

Actualizado em Quinta, 17 Outubro 2019 07:18
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 6 de 114