Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 10 Setembro 2018 07:34

O Banco de Moçambique (BM) deve à Electricidade de Moçambique (EDM) mais de 36 milhões de meticais relativos ao fornecimento de energia eléctrica e a bens e serviços adquiridos durante o ano de 2017.

Actualizado em Segunda, 10 Setembro 2018 08:25
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 06 Setembro 2018 07:48

A recessão que está afectar a África do Sul poderá saltar a fronteira e influenciar a economia moçambicana, “vai gerar tendências inflacionárias, principalmente para os produtos de primeira necessidade” explicaram ao @Verdade economistas do IESE que alertam que o “desemprego na RSA pode ter efeito negativo sobre as remessas dos trabalhadores moçambicanos” e ainda “há um risco de se despertar a onda de xenofobia”.

Actualizado em Quinta, 06 Setembro 2018 08:42
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 05 Setembro 2018 07:46

Foto de Adérito CaldeiraQuando se prepara o início das obras do Aeroporto de Xai-Xai, cujo plano de viabilidade não existe, o @Verdade apurou que no ano passado os aeroportos moçambicanos voltaram a perder tráfego recebendo menos 7.695 aviões, do que em 2016, o que se traduziu em menos 120.148 passageiros que usaram as 13 infra-estruturas aeroportuárias nacionais. O Aeroporto Internacional de Nacala confirma o seu estatuto de “elefante branco” com um registo de somente 586 aviões que trouxeram menos 3.236 passageiros.

Actualizado em Quarta, 05 Setembro 2018 08:44
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 04 Setembro 2018 07:20

O sector do Turismo anunciou recentemente que durante primeiro semestre o País recebeu 1,653.398 visitantes, mais 118 por cento do que em igual período de 2017. Contudo o sector privado reafirma que essas estatísticas não são reais, Moçambique terá recebido apenas cerca de 500 mil turistas, a taxa de ocupação de hotéis caiu para apenas 19 por cento e lança o alerta: “Para o parque hoteleiro disponível em Moçambique precisamos de mais turistas”.

Actualizado em Terça, 04 Setembro 2018 08:05
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 03 Setembro 2018 06:28

Foto cedida pelo Banco de MoçambiqueAs últimas decisões da instituição dirigida por Rogério Zandamela, que há vários meses anunciou o fim da crise em Moçambique, indicam que a recuperação da economia para a bonança dos anos 2011 - 2015 ainda vai demorar, ou talvez nunca mais voltará a acontecer. “Não seria realista pensar que antes do final do ano podemos chegar a um dígito nas taxas de referencia” respondeu o Governador do Banco de Moçambique ao @Verdade acrescentando que: “Não digo que é impossível, tudo é possível, podemos ter milagres”.

Actualizado em Segunda, 03 Setembro 2018 08:24
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 6 de 87