Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 29 Maio 2019 20:38

Foto do CLINPela primeira vez desde que foi criado o Corredor Logístico Integrado de Nacala (CLIN) contribuiu com menos receita para o erário nacional, entretanto o @Verdade apurou que a concessão, agora propriedade da brasileira Vale e da japonesa Mitsui, drenou para fora de Moçambique mais de 1 bilião de Dólares norte-americanos.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 29 Maio 2019 07:54

O Governo assumiu que as carrinhas de caixa aberta vão continuar a transportar os “patrões” de Filipe Nyusi no entanto os “my love” só poderão circular fora das principais avenidas de Moçambique e onde outras alternativas de transporte digno existam. Ademais, para serem licenciados, deverão ter bancos fixos, escadote de acesso e cobertura estanque com ventilação.

Actualizado em Quarta, 29 Maio 2019 08:17
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 27 Maio 2019 23:37

O Governo admitiu, enfim, que as Garantias e Avales que tem emitido à favor das Empresas Públicas “representam um risco explícito do Estado”, pois “têm alta probabilidade de serem accionadas no ano em curso” e revela que a carteira das garantias está concentrada no Fundo de Estradas, na Petróleos de Moçambique (Petromoc), nos Aeroportos de Moçambique (ADM) e nas Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), sem no entanto não contabilizar as Garantias que emitiu para a Proindicus, MAM e nem as dívidas da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH).

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 27 Maio 2019 07:40

Foto de Adérito CaldeiraA bondade internacional na assistência dos moçambicanos, particularmente aqueles que sentiram na pele os ciclones Idai e Kenneth, tende a esconder a responsabilidade que os países mais desenvolvidos tem nas Mudanças Climáticas. O Banco Mundial, doador e financiador do combate a pobreza, é também um dos grandes investidores dos combustíveis fósseis, principais destruidores da camada de ozono do nosso planeta, tendo colocado pelo menos 10 biliões de Dólares nas indústrias do carvão, petróleo e gás natural que operam no continente africano. No nosso país a instituição investiu no gás de Inhambane, no carvão de Tete e está agora a impulsionar o gás natural da Bacia do Rovuma. Questionado porque não investe em energias renováveis em Moçambique o presidente da instituição, David Malpass, disse “ainda estamos a procura” de projectos.

Actualizado em Segunda, 27 Maio 2019 08:18
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 24 Maio 2019 07:35

Os investidores voltaram a mostrar pouco interesse nos Títulos de Dívida Pública do Estado, um novo leilão de Obrigações do Tesouro da 7ª Série onde o Governo pretendia obter 700 milhões de Meticais ficou sem “procura” nesta terça-feira (21) criando mais dificuldades ao Executivo de Filipe Nyusi que tem a esperança de financiar pelo menos 65 biliões de Meticais do défice orçamental com endividamento interno. Ao @Verdade, o Administrador Financeiro do Banco Comercial e de Investimentos, explicou que os bancos, que são os principais investidores, “tem um limite máximo de exposição à Dívida Pública”.

 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 7 de 105