Escrito por Adérito Caldeira   
Sexta, 27 Julho 2018 08:02

Apesar do Presidente Filipe Nyusi ter anunciado o início do “pós-crise” e ter garantido que economia moçambicana está a recuperar a realidade desmente-o, agora até os bancos comerciais deixaram de comprar Títulos do Tesouro que têm sido usados pelo Governo para financiar o Orçamento de Estado cada vez mais deficitário desde a descoberta das dívidas da Proindicus e MAM. O @Verdade apurou que, para além da descida das taxas de juro e da falta de liquidez, os principais bancos comerciais estão a ressentir-se dos calotes internos do Executivo.

Actualizado em Sexta, 27 Julho 2018 12:02
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quinta, 26 Julho 2018 07:45

Foto de Adérito CaldeiraEnquanto o sector privado moçambicano é obrigado a pagar 32 por cento do que ganha ao Estado a fundição de alumínio Mozal pagou 0 meticais de Imposto sobre Rendimento das Pessoas Colectivas (IRPC) sobre os lucros de mais de 90 milhões de dólares norte-americanos que obteve em 2017, tal como nada pagou em 2016, em 2015 ... desde 1998! Ademais o @Verdade apurou que o lucro declarado por aquela que é considerada a maior empresa de Moçambique à Autoridade Tributária é bastante inferior ao lucro realmente obtido.

Actualizado em Quinta, 26 Julho 2018 13:38
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Quarta, 25 Julho 2018 07:48

Foto de Adérito Caldeira“O mandato é de 18 meses, não há o convencional Conselho de Administração” revelou João Carlos Pó Jorge em exclusivo ao @Verdade após tomar posse esta terça-feira (24) como director-geral das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM). Já a Presidente do Conselho de Administração IGEPE garantiu o compromisso do Governo injectar dinheiro para que a empresa que está em situação de falência técnica, acumula um passivo de 16,1 biliões de meticais, continuar a voar.

 
Escrito por Adérito Caldeira   
Terça, 24 Julho 2018 07:39

Foto de Adérito CaldeiraA Vodacom, que em Moçambique é “carregada ao colo” pelas famílias Guebuza e Machel, vai renovar nesta terça-feira (24) a sua licença de telefonia móvel e de bónus ainda vai obter uma licença unificada para prestar serviços de telecomunicações independentemente da tecnologia de suporte que lhe permitirá continuar a liderar o mercado nacional onde no ano passado facturou mais de 220 milhões de dólares norte-americanos.

Actualizado em Terça, 24 Julho 2018 13:22
 
Escrito por Adérito Caldeira   
Segunda, 23 Julho 2018 07:55

Foto de Adérito CaldeiraEm ano de eleições o Governo do partido Frelimo já repassou para rádio e televisão que deveriam ser públicas mais de 100 milhões de meticais, apenas nos primeiros 3 meses de 2018, mais do dobro do valor alocado a cada um dos Hospitais provinciais de Moçambique. No total, só este ano, as duas empresas públicas de comunicação social que garantem a propaganda do partido no poder deverão receber mais de 1 bilião de meticais.

Actualizado em Segunda, 23 Julho 2018 14:03
 
Início Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte Final

Pág. 9 de 87