Chineses compram metade do algodão produzido em Sofala e Manica
Destaques - Economia
Escrito por Correio da Manhã  
Terça, 19 Agosto 2014 10:11
Share/Save/Bookmark

A China Africa, empresa chinesa fomentadora de algodão, acaba de adquirir metade do volume total do chamado “ouro branco” produzido nas províncias de Sofala e Manica, Centro de Moçambique.

O volume adquirido é de aproximadamente quatro mil toneladas do algodão-caroço, produzido essencialmente por produtores familiares daquelas duas regiões do país, apurou-se junto de fonte daquela empresa chinesa em Maputo.

Refira-se que, até ao final do presente ano, a China Africa prevê comprar perto de oito mil toneladas de algodão para exportar, indica a firma, realçando que grande parte do produto será adquirida junto dos produtores dos distritos de Búzi, Caia, Chemba, Cheringoma, Marínguè, Chibabava, Gorongosa, Nhamatanda, Macossa, Gondola e Sussundenga.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Terça, 19 Agosto 2014 10:49
 
Avaliação: / 1
FracoBom