Da área das TICs: Dez finalistas moçambicanos vão estagiar na multinacional chinesa Huawei
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Segunda, 09 Outubro 2017 13:18
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaDez finalistas universitários vão efectuar um estágio pré-profissional, na República Popular da China, ao abrigo de um memorando de entendimento, assinado entre o Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS) e a multinacional chinesa Huawei.

Trata-se de estudantes moçambicanos provenientes das províncias de Cabo Delgado, Sofala e Maputo, com formação na área de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), que se despediram do País, na sexta-feira, 6 de Outubro, com destino à República Popular da China.

No discurso que marcou a despedida do grupo de estudantes, a secretária permanente do MITESS, Maria da Graça Mula, descreveu a ida destes estudantes estagiários à República Popular da China, como resultado das excelentes relações bilaterais existentes entre os dois países.

Destacou ainda que esta acção insere-se na materialização do Regulamento dos Estágios Pré-Profissionais, aprovado pelo Governo moçambicano, “que visa aperfeiçoar as competências do saber fazer e saber estar dos estagiários no ambiente pré-profissional, bem como aumentar o conhecimento prático, facilitar o recrutamento e a integração dos mesmos nas entidades empregadoras”.

“A deslocação dos estudantes universitários à República Popular da China visa disponibilizar oportunidades aos jovens finalistas, para o enriquecimento dos seus conhecimentos e competências adquiridas durante a sua formação”, considerou.

A secretária permanente do MITESS aproveitou a ocasião para dirigir uma mensagem aos estagiários, na qual aconselhou-os a transmitirem a experiência da República Popular da China para outros estudantes moçambicanos. “Queremos que os jovens tomem com muito apreço esta oportunidade ímpar de estagiar numa das empresas mais prestigiadas da China e líder mundial das TICs, no caso a Huawei”, adiantou, recomendando para que “tirem um aproveitamento máximo desta oportunidade, porque ao regressarem vão poder transmitir essa experiência aos vossos colegas nas universidades onde estiverem e a todos os outros cidadãos ligados à vossa área de formação”.

“Que sejam verdadeiros embaixadores de Moçambique na China, que representem condignamente os estudantes moçambicanos”, exortou Maria da Graça Mula. Intervindo também no acto, o embaixador da República Popular da China em Moçambique, Su Jian, destacou a cooperação entre os dois países, referindo “que este programa de estágios constitui mais um resultado da cooperação sino-moçambicana, nas áreas de formação profissional e do intercâmbio cultural”.

“Este estágio contribuirá para o aprofundamento do conhecimento dos jovens moçambicanos sobre o nosso País, bem como para o seu acesso à ultima evolução da ciência e da tecnologia das telecomunicações”, assegurou. Falando em representação dos estudantes, Mohamed Ivaz agradeceu ao Governo moçambicano, através do MITESS, bem como à Huawei, “por terem oferecido esta grande oportunidade, de simultaneamente conhecer um novo país e obter novos conhecimentos. Esperamos que esta parceria seja duradoura”.

Numa outra abordagem, Mohamed Ivaz falou da importância das TICs para o nosso País, referindo que “elas são realmente indispensáveis, na medida em que muitas organizações governamentais e não-governamentais, recorrem a estes meios para a difusão de informação a tempo inteiro”. Importa referir que o estágio pré-profissional deste grupo de estudantes na multinacional Huawei, na China, terá lugar entre os dias 7 e 21 de Outubro do ano em curso.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom