Mais de 80 jovens recebem kits para criação do auto emprego em Mueda
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Terça, 09 Janeiro 2018 22:32
Share/Save/Bookmark

Mais de 80 jovens, que terminaram os seus cursos profissionais nas especialidades de electricidade instaladora, pedreiro, pintura civil e serralharia civil promovidos pelo Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo (IFPELAC) - Delegação de Cabo Delgado, receberam kits para o início de auto emprego, no distrito municipal de Mueda, na província de Cabo Delgado.

Trata-se de filhos e/ou dependentes de Combatentes da Luta de Libertação Nacional que, durante três meses, foram capacitados em matérias do "saber fazer", em electricidade instaladora, pedreiro, pintura civil e serralharia civil que beneficiaram de kits de ferramentas, cujo objectivo consiste em estimular iniciativas empreendedoras dos jovens recém formados.

A cerimónia de distribuição dos Kits contou coma presença de membros do Governo distrital, presidente do Conselho Municipal de Mueda, líderes de movimentos associativos, formandos, encarregados de educação, entre outros convidados.

Intervindo na ocasião, o presidente do Conselho Municipal de Mueda, Cristiano Patrício André, saudou aos presentes e, em particular, aos beneficiários e candidatos ao auto emprego pela dedicação demonstrada ao longo da formação profissional, tendo realçando a responsabilidade que os jovens têm tido, desde o processo de formação até à recepção dos kits, com vista a responderem aos desafios que o distrito enfrenta.

"Este é o momento de mudarem o rumo do nosso distrito a partir dos kits em vossa posse, pois rareia a existência de mão-de-obra qualificada", apelou Cristiano Patrício André.

Num outro desenvolvimento, o edil de Mueda apelou ao IFPELAC para intensificar as suas acções, naquela parcela da província, com a diversificação de cursos profissionais, tais como o de canalização, de forma a responder ao problema de escassez de técnicos daquela especialidade.

Por sua vez, a administradora do distrito de Mueda, Maria Constância Nhalivilo, felicitou aos jovens que acabavam de receber certificados de conclusão de cursos, bem como a recepção de kits de ferramentas, para o início da actividade de geração de renda. Apelou para a conservação das ferramentas atribuídas e referiu que estes devem servir de elementos catalisadores para a indução do emprego e geração de renda, para o seu próprio sustento e dos seus dependentes.

No cumprimento do plano quinquenal do Governo, urge a necessidade de se apostar na formação de jovens e esta cerimónia é o testemunho da resposta aos desafios da empregabilidade, sobretudo, dos candidatos ao primeiro emprego, onde lhes são atribuídas ferramentas para o incentivo às alternativas da criação e manutenção de empregos, asseverou Maria Nhalivilo.

Pediu ainda aos jovens recém formados para se organizarem e registarem-se em associações empreendedoras, de modo a concorrerem a determinados serviços que demandam no distrito, visto que existem certos requisitos para a elegibilidade dos concorrentes a concursos públicos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 10 Janeiro 2018 08:14
 
Avaliação: / 0
FracoBom