Funcionários do MBim cúmplices em tentativa de fraude à ATM
Destaques - Economia
Escrito por Adérito Caldeira  
Quarta, 07 Fevereiro 2018 07:20
Share/Save/Bookmark

Foto de Adérito CaldeiraQuatro cidadãos, com a conivência de funcionários do Millennium Bim (MBim), criaram uma conta bancária em nome da Autoridade Tributária de Moçambique (ATM) com o intuito de defraudar o Estado. “Queremos apelar aos bancos comerciais para uma deontologia profissional adequada” disse o director-geral-adjunto de Impostos que revelou o crime.

Falando em conferencia de imprensa o director-geral-adjunto de Impostos, Domingos Muconto, revelou que “foi detectada uma conta aberta no Banco Internacional de Moçambique em nome de Autoridade Tributária de Moçambique. Esta conta foi aberta utilizando documentos falsos, por cidadãos que não tem nada a ver com a Autoridade Tributária nem com o Tesouro”.

A conta que tem quatro assinantes, nenhum deles funcionário da ATM ou do Estado de acordo com Domingos Muconto, foi aberta a 5 d Janeiro e embora os criminosos tenham recorrido a documentos falsos com Boletim da República, correspondência interna da Autoridade para o Tesouro, vistos do Tribunal Administrativo forjados só foi possível abrir com a conivência de funcionários do Millennium Bim.

O @Verdade contactou o Millennium Bim para apurar como foi possível abrir essa conta, afinal os requisitos para empresas incluem inúmeros documentos oficiais e para uma instituição como é a Autoridade de Tributária o processo de abertura não seria uma operação de rotina. A instituição bancária não respondeu.

Entretanto o director-geral-adjunto de Impostos apelou aos bancos comerciais para uma deontologia profissional adequada de modo a evitar qualquer descaminho de fundos do Estado para mãos alheias”.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Segunda, 12 Fevereiro 2018 07:54
 
Avaliação: / 0
FracoBom