Eleições no dia 10 de Abril: Lista B quer pôr ordem na AMECON
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Sexta, 06 Abril 2018 07:13
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaO bastonário da OCAM-Ordem dos Contabilistas e Auditores de Moçambique, Mário Sitoe, manifestou o seu apoio, em tudo quanto for necessário, para fazer crescer a AMECON-Associação dos Economistas de Moçambique, através da criação da sua Ordem, um dos maiores projectos da lista B, nas eleições que vão decorrer nesta agremiação, no próximo dia 10 de Abril.

Este posicionamento foi feito, na última quarta-feira, em Maputo, no encontro que o bastonário da OCAM manteve com o candidato a presidente da direcção da lista B da AMECON, o economista Rodolfo Nogueira Dias, no prosseguimento das acções de auscultação de contribuições e experiências, com vista à criação da Ordem dos Economistas de Moçambique.

Na ocasião, Mário Sitoe considerou que tudo o que for necessário para reeerguer a AMECON, a lista B poderá contar com o seu suporte, acrescentando acreditar que os jovens são as "pessoas apropriadas para fazer a reviravolta da situação actual em que se encontra a Associação dos Economistas".

“Do ponto de vista de experiência técnica e aproximação aos políticos no sentido de convencê-los sobre a importância de uma Ordem desta natureza, nós também estaremos disponíveis para ajudar sem, obviamente, deixar de olhar para o ambiente nacional e internacional, sobre como é que este processo se realiza”, frisou.

Ainda na senda da colheita de ensinamentos que ajudem na constituição, pela primeira vez no nosso País, de um mecanismo regulador da actividade dos economistas e gestores, através do registo e certificação profissional, o também economista e candidato a presidente do Conselho Fiscal da lista B, Cláudio Borges, manteve, igualmente, um outro encontro com o bastonário da Ordem dos Médicos de Moçambique (OrMM), Eugénio Zacarias.

No encontro, o bastonário da OrMM garantiu o apoio institucional à lista B – Nova AMECON, tendo destacado, no entanto, que acima de tudo é necessário unir os economistas, independentemente das listas, na promoção da criação da Ordem.

“É fundamental que exista o controlo do exercício desta profissão, para que os economistas possam, no futuro, aconselhar as faculdades moçambicanas em relação aos critérios de certificação ou acreditação dos cursos de economia”, defendeu Eugénio Zacarias.

Importa salientar que a mesma lista B manteve também, com o mesmo objectivo, um anterior encontro com a Ordem dos Advogados de Moçambique, cujo bastonário, Flávio Menete manifestou, igualmente, o seu apoio com vista à criação da Ordem dos Economistas.

Entretanto, são várias as manifestações de apoio, vindas por parte de economistas de renome, no sentido de votar na lista B nas eleições da próxima semana, por acreditarem "ser a nova geração capaz de colocar ordem na AMECON".

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom