Lionesses of Africa ajuda a inserir as mulheres moçambicanas no ecossistema empresarial nacional
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Segunda, 28 Maio 2018 07:35
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaO empoderamento da mulher, através do acesso às oportunidades de negócio existentes no mercado, serviu de mote para a realização da quinta edição do Lioness Lean in Breakfast, uma sessão organizada pela Lionesses of Africa, em parceria com o Standard Bank e a Embaixada do Reino dos Países Baixos, que consiste na partilha de experiências por parte de empresárias já estabelecidas e na criação de redes de contacto entre as participantes.

A quinta edição do Lioness Lean in Breakfast, que decorreu, recentemente, na Incubadora de Negócios do Standard Bank, tinha como objectivo dar mais e maior visibilidade às empreendedoras moçambicanas e, por via disso, alargar o seu acesso ao mercado e dar-lhes a oportunidade de criar redes de negócio.

O número de participantes, o entusiasmo demonstrado e a vontade de querer fazer a diferença na sociedade foram destacados como aspectos encorajadores pela fundadora e directora executiva da Lionesses of Africa, Melanie Hawken, que fez um balanço positivo do evento.

“Tivemos mais de uma centena de participantes, todas interventivas e com projectos interessantes. Na verdade, o Lioness Lean in Breakfast transformou-se numa grande comunidade, determinada a ajudar as mulheres a ocupar o seu espaço na sociedade. A próxima geração de empreendedoras tem alguns modelos para se inspirarem na luta pela realização das suas ideias de negócio”, considerou Melanie Hawken, que aproveitou a ocasião para anunciar o lançamento da versão em português do boletim, editado pela Lionesses of Africa, na África do Sul.

Para o Standard Bank, o Lioness Lean in Breakfast Maputo afigura-se como uma plataforma essencial para a inserção das mulheres no ecossistema empresarial nacional e a promoção do crescimento económico do País e do continente. De acordo com Hélia Campos, directora do Capital Humano do Standard Bank, o evento visava, essencialmente, “criar um ambiente de interacção entre as mulheres e consciencializá-las sobre as enormes oportunidades de crescimento que existem no mercado”.

“Pretendemos que a mulher tenha as mesmas oportunidades que os homens e ocupe o seu lugar no mundo dos negócios. Acreditamos que o empreendedorismo feminino é o melhor investimento para um futuro próspero”, explicou Hélia Campos, para quem a inclusão financeira, na perspectiva de género, pode desempenhar um papel crucial no crescimento económico do País.

Por seu turno, a embaixadora do Reino dos Países Baixos em Moçambique, Pascalle Grotenhuis, considerou, na ocasião, que “o Lioness Lean in Breakfast é um ponto de encontro de mulheres corajosas e apostadas em usar a sua força e resistência para superar os desafios e singrar no mercado”.

Uma das oradoras, Úrsula Pais, co-fundadora da rede de supermercados Ka Da Terra, chamou à atenção para a “necessidade de se apostar na inovação e na criatividade. Mais: não se deve olhar para o financiamento como primeira opção. É possível empreender sem recorrer à banca, mas para tal é necessário reduzir os custos operacionais”.

A quinta edição do Lioness Lean in Breakfast teve como oradoras Cármen Miral (fundadora da Black Khakela, uma empresa de produtos naturais para cabelos), Úrsula Pais (co-fundadora da Ka Da Terra, uma das principais redes de supermercados) e Anicha Abdul (fundadora da EP Management Consultancy), que, para além de partilharem a sua experiência no ramo do empreendedorismo, falaram das estratégias e práticas que adoptaram para poderem singrar no mercado.

No mesmo dia, a Incubadora de Negócios do Standard Bank acolheu uma sessão do Young Lionesses, que visava inspirar jovens e estudantes universitárias, encorajando-as a acreditarem em si e nos seus sonhos. Madina Abacar (blogueira, estilista e filântropa), Cídia Chissungo (fundadora da GILLIPE, empresa de consultoria e treinamento) e Vanessa Nhabete (co-fundadora da Dali Banga Eventos e da marca Mulandi Brindes, empresas de organização de eventos e ornamentação, respectivamente) foram as oradoras convidadas.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom