Perto de 100 crianças desfavorecidas beneficiam de apoio da TDM/mcel
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Segunda, 04 Junho 2018 07:46
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaPerto de 100 crianças desfavorecidas do Centro de Acolhimento Arco-íris, localizado no posto administrativo da Matola-Rio, no distrito de Boane, na província de Maputo, beneficiaram, na sexta-feira, 1 de Junho, de momentos de alegria e festa, proporcionados pela empresa TDM/mcel, por ocasião das celebrações do Dia Internacional da Criança.

Num acto socialmente responsável, um grupo de colaboradores da empresa TDM/mcel, efectuou uma visita àquele centro, constituído por uma escolinha comunitária, escola primária e um orfanato, tendo convivido com os menores, proporcionado-lhes momentos de alegria, marcados por dança, canto e convívio.

Como presentes, as crianças ganharam da TDM/mcel brinquedos, calçado, roupa, incluindo um bolo para a celebração condigna da efeméride. “A empresa decidiu juntar-se a estas crianças para proporcionar-lhes um dia diferente e repleto de sorrisos, pois elas não têm condições para passar o seu dia, de uma forma condigna”, disse Felícia Nhama, gestora sénior de Responsabilidade Social e Comunicação Corporativa da TDM/mcel, momentos após a confraternização com os petizes.

A gestora sénior explicou que a iniciativa resulta de um trabalho conjunto, envolvendo a empresa e os colaboradores, que contribuíram com peças de vestuário, calçado e brinquedos, uma vez que a empresa tem estado a incutir uma cultura de cidadania aos seus colaboradores, para que possam participar nos programas de responsabilidade social corporativa.

“Quando falamos de responsabilidade social, referimo-nos, igualmente, aos Direitos Humanos e, consequentemente, dos Direitos da Criança, que devem ser exaltados ainda mais hoje, no Dia Internacional da Criança”, indicou Felícia Nhama.

A escolha do Centro de Acolhimento Arco-íris, segundo referiu Felícia Nhama, deve-se ao facto de albergar crianças carenciadas, algumas das quais são órfãs de pais e outras necessitadas. Para a coordenadora do Centro de Acolhimento Arco-íris, Cornélia Ockhuysen, cada uma das 45 crianças que vivem internadas tem a sua odisseia, sendo que algumas delas padecem de doenças e outras perderam os pais ou têm traumas.

“Nós tentamos reconstituir uma família para elas, acolhendo-as neste centro, para lhes dar o aconchego social que precisam”, disse, acrescentando que o estabelecimento conta, igualmente, com perto de 60 menores da comunidade que frequentam a escolinha do centro. “Este foi um dia maravilhoso.

A TDM/mcel trouxe bênção e solidariedade para estas crianças. Cantaram, dançaram, sorriram e até comeram bolo. É um apoio que tem um grande significado para nós, sobretudo para as crianças”, concluiu Cornélia Ockhuysen.?

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Terça, 05 Junho 2018 08:28
 
Avaliação: / 0
FracoBom