Fusão das TDM e MCel cria TMcel
Destaques - Economia
Escrito por Adérito Caldeira  
Sexta, 21 Dezembro 2018 07:57
Share/Save/Bookmark

Grafismo de Nuno TeixeiraNasce nesta sexta-feira(21) formalmente a Moçambique Telecom, SA, denominação da empresa resultante da fusão entre as Telecomunicações de Moçambique, SA, e da Moçambique Celular, SA. O @Verdade apurou que a nova empresa deverá operar com a marca comercial TMcel.

O acto formal deverá acontecer durante uma Assembleia-Geral extraordinária que o @Verdade apurou tem como pontos de agenda decidir pela extinção das TDM e também da MCel.

Acto subsequente será os accionistas(o Estado moçambicano detém 80 por cento das TDM e 100 por cento da Mcel) chancelarem o surgimento da nova empresa de telecomunicações que terá a denominação Moçambique Telecom, Sociedade Anónima.

Delapidadas ao longo de vários anos as estatais de telecomunicações acumulavam no início da fusão um passivo total de 23 biliões de meticais, 10,5 biliões nas Telecomunicações de Moçambique e 12,5 biliões na Moçambique Celular.

O @Verdade apurou dentre os vários passos e procedimentos relativos à fusão foi assinado um acordo com os credores de ambas empresas e que o Instituto Nacional das Comunicações emitiu parecer positivo ao projecto de fusão.

Não existe ainda data para o lançamento público da TMcel que espera investir primeiro no melhoramento da sua rede, porém sem financiamento do accionista Estado.

O mercado da telefonia móvel em Moçambique tinha mais de 13 milhões de subscritores em 2016 que estavam repartidos em 42,3 por cento na Vodacom, 30,8 por cento na Movitel e 26,9 por cento da Mcel.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quinta, 03 Janeiro 2019 10:07
 
Avaliação: / 4
FracoBom