Campeões do Moçambola premiados pelo Standard Bank
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Segunda, 11 Março 2019 08:08
Share/Save/Bookmark

Foto de Fim de SemanaO Standard Bank premiou, na quinta-feira, 7 de Março, em Maputo, as equipas da União Desportiva do Songo e o Ferroviário de Maputo, campeão e vice-campeão, respectivamente, da edição 2018 do Moçambola, a maior prova futebolística do País, organizada pela Liga Moçambicana de Futebol (LMF).

Na gala do Moçambola, que contou o patrocínio exclusivo do banco, a União Desportiva do Songo levou o prémio, no valor de 600 mil meticais, enquanto o Ferroviário de Maputo ficou com 150 mil.

Foram ainda distinguidos, na ocasião, o melhor árbitro da edição (Ema Novo), com 50 mil meticais, melhor guarda-redes (José Guirrugo), com 100 mil, e equipa Fair Play (Sporting Clube de Nampula), com 50 mil meticais.

Intervindo em nome dos patrocinadores do Moçambola, António Macamo, membro do Conselho de Administração do Standard Bank, pediu aos principais protagonistas da prova para que brindem aos amantes da modalidade com muitos golos e lances de encher os olhos, pois "o Moçambola é festa e constitui, hoje, o maior produto desportivo nacional pela sua força aglutinadora, e emoções que transmite ao nosso povo".

Aos gestores da prova, António Macamo endereçou mensagens de encorajamento: "Queremos que saibam que temos acompanhado todas as vossas lutas para que o nosso campeonato aconteça sem sobressaltos", frisou. O Standard Bank presta apoio ao Moçambola desde 2009, no quadro da sua responsabilidade social corporativa, visando ajudar o futebol nacional a crescer e a profissionalizar-se.

O representante do Ministério da Juventude e Desportos, Francisco da Conceição, agradeceu o apoio que os patrocinadores e parceiros prestam à principal prova futebolística do País, num contexto, particularmente, atípico da economia nacional: "Queremos mais uma vez reafirmar que o Governo, com ou sem dificuldades, continuará a dar o seu apoio incondicional ao Moçambola, mas tenham, em conta que no presente ano decorrerão vários mega-eventos desportivos, nomeadamente o 14º Festival Nacional de Jogos Desportivos Escolares, na cidade de Chimoio, província de Manica, e a realização da 12ª edição dos Jogos Africanos, em Marrocos", indicou.

Abordado momentos após a gala, Ananias Couana, presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) disse existir um acordo de parceria com o Standard Bank que vai até o próximo ano e tem sentido que o banco tem acompanhado o desenrolar do Moçambola época após época: "Trata-se de um banco do desporto, que apoia, igualmente, várias outras áreas desportivas, mas que sempre deu primazia às necessidades do Moçambola", observou, realçando que o novo figurino do Moçambola, apesar de ser competitivo e sustentável, foi desenhado em função da conjuntura económico e financeira que o país atravessa.

"Trabalharemos sempre para manter o modelo clássico de todos contra todos e para isso contamos com o apoio do Standard Bank, entre outros parceiros", destacou Ananias Couana.

Para o secretário-geral da União Desportiva do Songo, Pensar José, o prémio, no valor de 600 mil meticais, constitui o resultado do trabalho desenvolvido pelo clube durante a época 2018, sendo que o gesto do Standard Bank representa o cometimento do banco para com o desenvolvimento do desporto nacional: "O valor ganho será aplicado na melhoria das condições do clube, pois como se sabe, o Moçambola adoptou um novo modelo, que exige uma ginástica, no sentido de não se perder o foco no objectivo que o clube traçou de manter o título de campeão nacional", concluiu.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom