EDM corta energia à “Casa do Povo” por dívidas
Destaques - Economia
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 06 Junho 2019 22:23
Share/Save/Bookmark

A Electricidade de Moçambique (EDM) cortou o fornecimento de energia eléctrica à Assembleia da República (AR) devido a facturas em dívida há vários meses. O @Verdade apurou que a chamada “Casa do Povo” tem estado a funcionar através de um gerador desde o início da semana no entanto Verónica Macamo, a Presidente do órgão de soberania, disse: “Não tenho conhecimento”.

A interrupção no fornecimento de electricidade aconteceu na passada terça-feira (04), desde então o Parlamento moçambicano está a funcionar com energia fornecida por um gerador que a instituição possui para situações de emergência.

Fonte da assessoria de imprensa da EDM confirmou ao @Verdade, “sim cortamos”, no entanto escusou-se a indicar que montante a “Casa do Povo” deve. A fonte no entanto explicou que para que exista um corte o cliente deverá ter pelo menos duas facturas atrasadas.

Em Abril último o @Verdade revelou que instituições do Estado deviam 484 milhões de Meticais à Electricidade de Moçambique.

Nesta quinta-feira (06) o @Verdade questionou a Presidente da AR sobre a situação tendo Verónica Macamo afirmado: “Não tenho conhecimento, acho que deve ter sido um problema temporário, não é possível isso”.

Para o seu funcionamento em 2019 o Parlamento teve uma dotação de 1,4 bilião de Meticais no Orçamento de Estado (OE) aprovado, dos quais 218.261.260 Meticais para serem gastos com bens e serviços, entre eles os custos de energia.

Contudo o @Verdade apurou, no Relatório de Execução do OE no 1º trimestre deste ano, que a “Casa do Povo” recebeu uma dotação suplementar de 101.920.240 Meticais.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Quarta, 12 Junho 2019 07:35
 
Avaliação: / 7
FracoBom