MITESS materializa programa "Uma empresa e pelo menos 1 kit"
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Quinta, 18 Julho 2019 07:17
Share/Save/Bookmark

O Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS) recebeu da Sasol, na quarta-feira, 17 de Julho, em Maputo, 40 kits de ferramentas para o auto emprego, destinados aos melhores formandos do Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo (IFPELAC).

A ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, disse tratar-se do cumprimento do programa "Uma Empresa e pelo menos 1 kit", lançado em 2015, que visa a alocação de quatro mil kits, proporcionando a criação de 13.200 oportunidades de trabalho. Neste contexto, a Sasol, juntou-se à iniciativa ao disponibilizar o segundo lote, totalizando 80 kits de ferramentas de diversas especialidades, sendo mais uma alavanca na promoção do empreendedorismo e da cultura do trabalho, estimulando os jovens a iniciar a sua actividade económica geradora de renda.

"É aos melhores que estimulamos com estes kits para que sirvam de referência na auto-superação. À Sasol, que hoje nos brinda com os 40 kits, reiteramos o nosso apelo, exortação e desafio para que recrute os melhores formandos que estagiaram na empresa, pois ainda não contratou nenhum", frisou a ministra.

Por sua vez, a vice-presidente sénior da Sasol, para o pelouro dos Recursos Humanos, Charlotte Mokoena, reafirmou o compromisso assumido com o Governo, que visa estimular o crescimento económico e transformar as comunidades, ajudando a criar oportunidades de emprego e de carreira.

"A Sasol, como um dos grandes actores da indústria, está desejosa e capaz de contribuir para o crescimento da economia de Moçambique, ajudando a responder às necessidades do seu povo. Nós valorizamos Moçambique e o seu povo e têmo-lo como central na estratégia da Sasol para a África Austral", enalteceu Charlotte Mokoena.

Visivelmente emocionada, Vitória Benzane, que recebeu um kit de corte e costura, agradeceu pelo apoio: "Estou emocionada, muito obrigada. Eu vou criar uma sociedade de auto emprego. Vou trabalhar com outros jovens que fizeram costura, na minha zona residencial", disse Vitória Benzane.

Já Arsénio Ernesto, a quem coube um kit de mecânica auto, referiu que o kit vai-lhe permitir dar continuidade à reparação de viaturas: "Vou continuar a trabalhar com automóveis e, deste modo, criar mais postos de trabalho na minha oficina", frisou.

Importa realçar que a entrega destes kits enquadra-se nas acções de promoção do emprego, com vista a estimular a cultura do empreendedorismo e auto emprego, especialmente em jovens e mulheres.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom