Cidades de Maputo e Matola e vila de Boane: Montagem de novas bombas poderá condicionar abastecimento de água
Destaques - Economia
Escrito por www.fimdesemana.co.mz  
Quinta, 12 Dezembro 2019 08:16
Share/Save/Bookmark

O Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG) mobilizou financiamento para a aquisição de novas bombas, em substituição das obsoletas instaladas nos anos 60, cujo prazo de vida útil expirou, razão pela qual sofrem avarias constantes. Esta acção tem em vista conferir maior garantia na captação e distribuição de água às cidades de Maputo, Matola e à vila de Boane, na província de Maputo.

Neste contexto, e estando em finalização o processo de instalação de parte deste equipamento na Estação de Tratamento de Água do Umbelúzi (ETA), a empresa Águas da Região de Maputo (AdeM), em parceria com a CHINAGEO, o empreiteiro contratado para substituição das referidas bombas, está a realizar ensaios de funcionamento destas desde o passado final de semana.

A propósito, Cláudia Ronda, directora de Manutenção da AdeM, explicou que “durante o processo de substituição das bombas antigas por novas, poderão registar-se algumas irregularidades no serviço de abastecimento de água, caracterizadas pela redução do tempo de distribuição e/ou surgimento de focos de turvação da água”, frisou a directora de Manutenção da AdeM, ajuntando que a empresa está a envidar esforços para a reposição do funcionamento normal do sistema, o mais breve possível.

Espera-se que estas substituições tenham um impacto positivo nas operações da AdeM, pois irão permitir à empresa uma redução nas despesas de manutenção dos equipamentos, devido às constantes avarias, em resultado do estado avançado de degradação.

“Vamos ter uma redundância de bombas, constituída por equipamentos fiáveis, com capacidade adequada para levar a água até à cidade de Maputo, garantindo, deste modo, o fornecimento contínuo, com conforto e segurança”, concluiu.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom