Moçambique subscreve aumento de capital no Banco Mundial
Destaques - Economia
Escrito por Adérito Caldeira  
Quinta, 12 Dezembro 2019 23:41
Share/Save/Bookmark

O Conselho de Ministros aprovou a subscrição por Moçambique de mais 157 Acções do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), a primeira das cinco instituições que integram o Grupo Banco Mundial. O Banco Mundial é o principal financiador do nosso país e não suspendeu o apoio directo ao Orçamento de Estado mesmo com a descoberta das dívidas ilegais.

A decisão do nosso país, tomada no passado dia 5 de Novembro, segue-se a deliberação do Conselho de Governadores do BIRD que em Outubro de 2018 adoptou uma resolução de aumento do capital social da instituição financeira multilateral para 245.773 Acções.

Moçambique, que é membro do Grupo Banco Mundial deste 24 de Setembro de 1984, tinha 136 Acções valorizadas em 3.281.272 dólares norte-americanos e passou a deter 293 Acções que valem 4.417.653,70 dólares.

O pagamento desta subscrição é essencial para o nosso país continuar não só membro da instituição mas particularmente a ter acesso aos financiamentos altamente concessionais do Grupo Banco Mundial que é o principal financiador de Moçambique, não suspendeu o apoio mesmo com a descoberta das dívidas ilegais, em todos os sectores prioritários e está na linha da frente na criação de resiliência às Calamidades Naturais.

Os principais accionistas do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento são os Estados Unidos da América e a China.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Actualizado em Sexta, 20 Dezembro 2019 06:47
 
Avaliação: / 2
FracoBom