Quase 100 rohingyas já morreram durante fuga em rio para Bangladesh
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  
Quarta, 13 Setembro 2017 17:17
Share/Save/Bookmark

As autoridades de Bangladesh recuperaram nesta quarta-feira nove cadáveres de rohingyas no rio que faz de fronteira natural entre Mianmar e o país, subindo para 97 o número de membros desta minoria muçulmana mortos, quando tentavam chegar ao território vizinho desde o dia 25 de Agosto.

"Desde ontem à noite, nove corpos foram recuperados do rio. Dois ou três apresentavam ferimentos à balas, o restante morreram por conta do afundamento do bote", disse à Agência Efe, o chefe da Guarda de Fronteiras de Bangladesh na região de Teknaf, tenente-coronel Ariful Islam.

O oficial disse que entre os mortos estão três mulheres e três crianças e que o naufrágio aconteceu há dois ou três dias. Com este último incidente, os rohingyas mortos nestas circunstâncias desde o mês passado, alcançam os 97, afirmou um oficial de Inteligência do distrito de Cox's Bazar, Chandra Dhar.

Pelo menos 370 mil membros da etnia muçulmana rohingya fugiram para Bangladesh nas últimas três semanas por causa da operação militar realizada em resposta ao ataque de um grupo de insurgentes rohingyas contra postos policiais no estado de Rakhine, no noroeste da Mianmar.

A formação insurgente, o Exército de Salvação Rohinyá de Arakan (ARSA), declarou no último sábado, um cessar-fogo pelo período de um mês, para permitir a entrada de assistência humanitária na região, algo que foi rejeitado pelo governo local.

A nova onda de refugiados acontece depois que no final do ano passado, o Exército de Mianmar fizesse outra campanha militar após um ataque insurgente, que naquela ocasião provocou o êxodo de mais de 80 mil rohingyas e a condenação de organismos internacionais e organizações de Direitos Humanos.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom