Mais 3 pessoas morrem na Itália após intensas chuvas
Destaques - Internacional
Escrito por Agências  
Sexta, 02 Novembro 2018 08:41
Share/Save/Bookmark

Outras três pessoas morreram nesta quinta-feira como consequência da queda de árvores após as fortes chuvas que castigam a Itália, que já haviam deixado 12 mortos nos últimos dias e mantêm a região norte do país em alerta.

Duas pessoas morreram na cidade de Lillianes, na região setentrional do Vale de Aosta, quando uma árvore caiu sobre o carro no qual viajavam, informou a imprensa local.

Uma terceira pessoa morreu depois de permanecer hospitalizada desde segunda-feira, quando também foi atingida por uma árvore quando estava em seu carro na área de Val Venosta (norte), segundo as mesmas informações.

Os meios de comunicação italianos acrescentam a estas vítimas pelo mau tempo no país uma quarta pessoa, um homem de 81 anos que morreu após cair enquanto arrumava o telhado da sua casa, danificado pelas tempestades.

Entre segunda-feira e terça-feira, 12 pessoas morreram devido ao forte temporal, sete delas por quedas de árvores. As regiões do norte como Vêneto, Ligúria e Piemonte seguem em alerta, embora as chuvas estejam afetando também áreas do centro e do sul do país.

O presidente da região do Lazio (centro), Nicola Zingaretti, declarou estado de calamidade para todo o território enquanto o do Vêneto, Luca Zaia, cifrou os danos desta região em 1 bilião de euros.

A previsão é que as chuvas continuem em Veneza, onde foi estimado que a maré suba até 110 centímetros sobre o nível do mar nas próximas horas, depois que nos últimos dias tenha chegado aos 156 centímetros.

Coldiretti, a maior associação de criadores de gado e agricultores da Itália, apontou que os danos sofridos nos campos em todo o país devido às inundações e aos fortes ventos superam os 150 milhões de euros.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom