Óbitos por sinistralidade rodoviária em Moçambique aumentaram de 25 para 32 em sete dias
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Intasse Sitoe  
Quarta, 15 Julho 2015 08:31
Share/Save/Bookmark

O número de óbitos vítimas de acidentes de viação passou de duas dezenas e meia, entre 27 de Junho último e 03 de Julho corrente, para 32, entre 04 e 10 do mesmo mês em curso, devido a 37 sinistros (contra 23 da semana anterior), que causaram também 27 feridos graves (contra 17) e 10 ligeiros (contra 12), em diferentes estradas do território moçambicano.

O número de pessoas atropeladas também aumentou de 11 casos para 19 no período em alusão, segundo Pedro Cossa, porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), que ao contrário da semana finda não relatou choques entre veículos nem quedas de passageiros e tão-pouco má travessia de peões, mas, indicou que houve 14 situações de excesso de velocidade e quatro despistes e capotamento.

Aliás, em comparação com a semana antepassada houve 10 feridos graves a mais, vítimas de acidentes de viação, porém, reduziu (de 12 para 10) o número de gente com traumas ligeiras.

De acordo com o agente da Lei e Ordem, a província de Manica é a que regista mais casos de condução ilegal, o que fez com que 13 indivíduos caíssem nas mãos da Polícia em virtude dessa prática que, por vezes, degenera em tragédia.

O distrito de Sussundenga, por exemplo, continua a registar casos de cidadãos que se fazem ao volante enquanto não estão habilitados para o efeito, disse Cossa.

Em relação à fiscalização rodoviária, a Polícia de Trânsito (PT) inspeccionou pelo menos 31.992 viaturas, na semana antepassada, apreendeu 51 por diversas irregularidades, passou 5.246 avisos de multa a vários infractores e deteve 38 automobilistas por condução ilegal.

Já na semana finda, os carros fiscalizados diminuíram para 29.791 veículos, foram confiscados 39 veículos e 163 automobilistas ficaram sem as suas cartas de condução alegadamente porque se faziam ao volante embriagados. Um indivíduo encontra-se também a ver o sol aos quadradinhos indiciado de tentativa de suborno a um agente de trânsito.

Cossa voltou a reiterar o seu repúdio relativamente a automobilistas que não respeitarem as regras de trânsito, pautam por uma condução irresponsável e indisciplina na via pública.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom