Acidentes de carros matam 23 pessoas e ferem outras nas estradas moçambicanas
Vida e Lazer - Motores
Escrito por Redação  
Sexta, 13 Outubro 2017 02:35
Share/Save/Bookmark

Vinte a três indivíduos perderam a vida e outros 68 ficaram feridos, dos quais 15 com gravidade, em consequência de 33 acidentes de viação registados, semana passada, em diferentes estradas do território moçambicano.

Segundo o Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), as ocorrências referem-se ao período de 30 de Outubro último a 06 de Novembro corrente.

Em igual período do ano passado, o país registou 25 óbitos e 77 feridos, entre graves e ligeiros, devido a 30 sinistros rodoviários.

Os acidentes da semana finda foram maioritariamente atropelamentos carro/peão, com 10 casos; despistes e capotamento (09) e choques entre viaturas (07).

As causas na origem deste luto e derramamento de sangue foram – como sempre – o excesso de velocidade, a má travessia de peões, a condução sob o efeito de álcool e as deficiências mecânicas, disse Inácio Dina, porta-voz daquela entidade do Estado.

Para além desta situação, quatro automobilistas estão a contas com a corporação, nas províncias de Tete, Manica e Cabo Delgado, acusados de suborno a agentes da Polícia de Trânsito (PT) com valores que variam de 200 a 10 mil meticais.

Numa outra operação, a Polícia recolheu 12 indivíduos aos calabouços por suposta condução ilegal, disse Inácio Dina. Relativamente à fiscalização rodoviária, o trabalho da Polícia abrangeu 43.283, aplicou multas a 4.777 condutores por cometimento de diversas irregularidades e apreendeu 398 cartas.

Ao todo, 928 pessoas foram presas, das quais 729 por violação de fronteiras e 198 por práticas de crimes que as autoridades policiais consideram comuns. Destes últimos casos, o grosso foi contra o património.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

 
Avaliação: / 0
FracoBom